sexta-feira, 28 de abril de 2017

Resenha | O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry





Autor: Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Agir
Páginas: 96
Avaliação:
      

A simplicidade que encanta e ensina. 

A história narra o encontro entre um aviador viajante que caiu com o avião no deserto e um homenzinho extraordinário de cabelos dourados, o pequeno príncipe. A medida que o dialogo entre eles vai evoluindo é possível notar como as visões adultas perde a beleza do olhar de uma pequena criança com o tempo e como a infância é uma parte essencial no interior de cada pessoa. 

Mesmo que a capa sugere ser um livro infantil é seguro afirmar que "O pequeno príncipe" é um livro para todas as idades. Ele possui reflexões profundas sobre o comportamento humano, você ler e sente que algo está sendo modificado, que nunca viu ou pensou em algo da maneira que o pequeno príncipe diz. É uma conversa com seu interior. Não me surpreende que tantas pessoas amem e se sintam ligadas a este livro, ele traz a tona várias emoções e sentimentos que são discutidos ao longo da vida humana. 

"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos."

"Foi o tempo que perde-te com sua rosa que a fez tão importante."
"Tú es responsável pelo aquilo que cativas, tú es responsável pela sua rosa."

" As pessoas veem as estrelas de maneiras diferentes. Para aqueles que viajam, elas serão guias. Para os sábios elas são problemas. Para o empresário ela é ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém terá estrelas como nunca as teve."

Ao final da leitura tive a sensação que o pequeno príncipe era na verdade é a materialização do ser que o viajante gostaria de ter sido na infância. Como se o príncipe fosse seu eu da infância cheio de sonhos, desejos e objetivos que com o tempo deixou para trás. Como se pelo fato de fica sozinho, projetasse ali no deserto solitário uma âncora de salvação para se agarrar, para não perder suas esperanças. Se na infância o viajante havia se deixando entristecer pelas responsabilidades que adquiriu com sua vida adulta, agora busca-se com todas as forças lutar contra pensamentos ruins e frustrações que pudessem alimentar impossibilitando sua coragem de seguir adiante para consertar seu avião. 

Enfim, este livro é simples, maravilhoso e encantador. #Recomendo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog