terça-feira, 29 de abril de 2014

Resenha | Cidades de Papel - Jonh Green



Autor: John Green
Editora: Intríseca
Páginas: 368
Avaliação:
      

Quentin Jacobsen é um jovem adolescente que alimenta uma paixão platônica por sua vizinha Margo Roth Spiegelman. Em uma determinada noite ela invade seu quarto e juntos vivenciam uma memorável aventura invadindo lugares, vingando-se de pessoas que a fizeram mal. Porém a diversão acaba quando Quentin, no dia seguinte percebe que Margo está desaparecida. 
O conto adolescente de John Green, com sentimentos intensos, impulsivas, dinâmicas traz de volta o mundo desprendido de um jovem envolvendo o leitor em seu livro. Afinal quem nunca agiu sem pensar indo atrás de algo desejado, entregando-se apenas pelas emoções dos seus 16 aos 18 anos?
Sair do padrão, ser diferente em um mundo de iguais, buscando a si mesmo, fugindo do passado rumo a libertação do seu presente, essa é a escolha de Margo que Quentin tenta decifrar através dos rastros deixados para trás por sua amada.

Envolvente, somente pelo fato de ser escrito por John Green ( autor o qual sou fã) já merece ser lido. Novamente mais um livro surpreendente.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Notícias | Prêmio Saraiva busca nos talentos brasileiros


A Saraiva criou um projeto para incentivar a música e a literatura em nosso país (Brasil), valorizando as áreas e premiando os 1° colocados de cada categoria no valor em R$ 20 mil! 



As categorias são:


Literatura

- Literatura adulta (romance);  - Literatura Juvenil (crônica);  - Literatura Infantil (poesia).

Música

Aberto para artistas solo e bandas com trabalho autoral. O participante precisa ter gravado um álbum com composições próprias. 

Novos escritores, está pode ser a sua chance acesse: Premio Saraiva e confira o regulamento. As inscrições vão até 31 de Maio 2014 e os vencedores serão anunciados em uma grande cerimônia em novembro.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Citações dos Livros "A Culpa é das Estrelas" e "Cidades de Papel" (5 e 6)


A Culpa é das Estrelas


"Passei a maior parte da minha vida tentando não chorar na frente das pessoas que me amavam. Você trinca os dentes. Você olha para cima. Você diz a si mesmo que se eles o virem chorando, aquilo vai magoá-los, e você não vai ser nada mais que uma tristeza na vida deles."


"Todo mundo deveria ter um amor verdadeiro, que deveria durar pelo menos até o fim da vida da pessoa."

"Eu estou apaixonado por você e não quero me negar ao simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizermos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você."

"As vezes as pessoas não têm noção das promessas que estão fazendo no momento em que as fazem."

"Sem dor, não poderíamos reconhecer o prazer."

"Ela é tão linda! Não me canso de olhar para ela. Não me preocupo se ela é mais inteligente que eu: sei que é. É engraçada sem nunca ser má. Eu a amo. Sou muito sortudo por amá-la, Van Houten. Não dá para escolher se você vai ou não vai se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito as minhas escolhas. Espero que a Hazel aceite as dela."


Cidades de Papel

Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa de beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor. (pág. 47)


"Quanto mais eu trabalho, mais percebo que os seres humanos carecem de bons espelhos. É muito difícil para qualquer um mostrar a nós como somos de fato, e é muito difícil para nós mostrarmos aos outros o que sentimos."

Achei aquilo perfeito: você ouvia as pessoas para enxergá-las, e ouvia todas as coisas horríveis e todas as coisas maravilhosas que elas faziam consigo e com os outros, mas, no final das contas, ouvir faz com que se exponha muito mais do que as pessoas a quem se estava tentando escutar. (pág 246)

A cidade era de papel, mas as memórias, não. Todas as coisas que eu tinha feito ali, todo amor, a pena, a compaixão, a violência e o desprezo estavam aflorando em mim. Aquelas paredes de tijolo de concreto pintado de branco. Minhas paredes brancas. As paredes brancas de Margo. Fomos prisioneiros delas por muito tempo, presos em sua barriga feito Jonas na baleia. (pág. 260)


"Uma cidade de papel para uma menina de papel (…) Eu olhava para baixo e pensava que eu era feita de papel. Eu é que era uma pessoa frágil e dobrável, e não os outros. E o lance é o seguinte: as pessoas adoram a ideia de uma menina de papel. Sempre adoraram. E o pior é que eu também adorava. Eu tinha cultivado aquilo, entende? Porque é o máximo ser uma ideia que agrada a todos. Mas eu nunca poderia ser aquela ideia para mim, não totalmente. Guarda roupa planejado."

Lançamento | Editora Intrínseca confirma lançamento de Réquiem


Ontem, dia 22 de Abril a editora responsável pela distribuição "Delírio" e "Pandemônio" de Lauren Oliver, anunciou em site oficial seu novo lançamento para o mês de maio, "Réquiem" o terceiro livro da série que completa a trilogia.

Para quem ainda não conhece a série de Lauren Oliver, segue abaixo as sinopses da trilogia Delírio:




Livro 1 - Delírio


Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?.







Livro 2 - Pandemônio

Dividida entre o passado — Alex, a luta pela sobrevivência na Selva — e o presente, no qual crescem as sementes de uma violenta revolução, Lena Haloway terá que lutar contra um sistema cada vez mais repressor sem, porém, se transformar em um zumbi: modo como os Inválidos se referem aos curados. Não importa o quanto o governo tema as emoções, as faíscas da revolta pouco a pouco incendeiam a sociedade, vindas de todos os lugares… inclusive de dentro.


Livro 3 - Réquiem

No desfecho da trilogia em que o amor é considerado uma doença, Lena é um importante membro da resistência contra o governo. Transformada pelas experiências que viveu, está no centro da guerra que logo eclodirá. Depois de resgatar Julian de sua sentença de morte, Lena e seus amigos voltam para a Selva, cada vez mais perigosa. Enquanto isso, Hana, sua melhor amiga de infância, foi curada. Ela leva uma vida segura e sem amor junto ao noivo, o futuro prefeito. Às vésperas do casamento e da eleição - cujo resultado pode dificultar ainda mais a vida dos Inválidos -, Hana se questiona se a intervenção realmente tem efeito. Vivendo em um mundo dividido, Lena e Hana narram suas histórias em capítulos alternados. O que elas não sabem é que, em lados opostos da guerra, suas jornadas estão prestes a se reencontrar.

23 de Abril dia Mundial do Livro

" Coragem... pequeno soldado do imenso exército. Os teus livros são as tuas armas, a tua classe é a tua esquadra, o campo de batalha é a terra inteira, e a vitória é a civilização humana."  -  Edmondo Amicis

Feliz dia do livro leitores!

terça-feira, 22 de abril de 2014

Citação do Livro "O Melhor de Mim" (4)


" Afinal de contas, o amor sempre diz mais sobre quem o sente do que sobre a pessoa amada." (Pág. 145)


" Sabia que o amor era difícil, assim como a vida. Sofria reviravoltas impossíveis de ser previstas ou mesmo entendidas, e deixava um longo rastro de arrependimento pelo caminho. E, quase sempre, esse arrependimento leva a perguntas do tipo "E se..." que nunca poderiam ser respondidas." (Pág. 32) 



" Se aprendi algo nessa vida é que, quando as pessoas sofrem, nem sempre conseguem ver as coisas com a clareza que deveriam." (Pág.178)


" Só é possível fugir do passado quando se encontra algo melhor." (Pág. 43) 

" Quero acordar de manhã com você ao meu lado, quero chegar à noite e jantar com você. Quero compartilhar com você cada detalhe bobo do meu dia e ouvir cada detalhe do seu. Quero rir junto com você e dormir com você em meus braços. Porque você não é só alguém que eu amei no passado. Você era minha melhor amiga, a melhor parte de quem eu sou, e não consigo me imaginar desistindo disso outra vez. - ele hesitou, buscando as palavras certas. - Eu lhe dei o melhor de mim e, depois que você foi embora, nada jamais voltou a ser o mesmo." (Pág. 185) 

Cine Book | Divergente #1


Avaliação:     

Por acompanhar os livros da série de Veronica Roth, criei grande expectativa referente ao filme e não me decepcionei. Divergente começa de forma bem explicativa inteirando o espectador sobre o mundo das facções. Todo o drama envolvendo a escolha de Beatriz Prior e evolução da personagem, simulações de medo, avaliação de iniciação da Audácia, envolvimento com Quatro entre outras cenas são retratadas igualmente ao livro.


Porém como em todo longa, foram cortadas algumas partes e até mesmo personagens. Edward, amigo de Tris que fica caolho após um ataque de ódio virando em seguida um sem facção, foi cortado do filme. (Acredito que seja devido a classificação indicativa de 14 anos e pela duração limite do filme em si). Observação: O personagem ainda aparece no terceiro livro da série "Convergente".



A relação amorosa de Cristina e Will também não fica muito nítida na trama, o que me deixa curiosa em saber, como será a dinâmica de Tris e Cristina no segundo filme, quando a trágica morte de Will se torna um divisor de águas na amizade delas em "Insurgente".



Cena Trocada: Originalmente no livro a parte onde os iniciados se dividem para jogar caça-bandeira Cristina é quem consegue pega-la, mas no filme Tris é quem a pega. ( No livro Tris planeja tudo para conseguir tirar a bandeira dos seus inimigos, se esta fosse a versão do livro seria mais interessante. O diretor acertou nesta mudança). 


Enfim toda a ação presente no livro encontra-se no filme seguindo fielmente a sequencia de grande parte da história oficial.


Confira o Trailer Legendado.


quinta-feira, 17 de abril de 2014

Cine Book | Novo Tópico na Paraíso dos Livros


Todo leitor mergulha em um mundo novo ao virar as páginas de um livro e quando o mesmo tem o privilégio de estar nas grandes telas dos cinemas finalmente tem a possibilidade de visualizar aquilo que permanecia abstrato em sua imaginação.
Cine Book , como o próprio nome já diz contará com detalhes, resenhas, críticas e informações de modo geral das adaptações cinematográficas de diversos livros conhecidos no meio literário. 
O novo tópico funcionará de maneira simples, igualmente ao "Favoritos" , cada filme comentado estará em ordem numérica acompanhado por #. Nas barras laterais do Blog terá um box para acesso exclusivo do Cine Book.

Gostou da novidade? Então deixe o seu comentário indicando um livro que virou filme para tópico. 

Participe! 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Filme | Adaptação "O Melhor de Mim" de Nicholas Spark está confirmada


Gosta de Nicholas Sparks, essa é para você! Tudo indica que teremos o prazer de assistir mais uma adaptação cinematográfica de um de seus livros em breve, a sua última obra " O Melhor de Mim". Michael Hoffan, irá dirigir o romance publicado em 2011, sendo o nono filme baseado nos livros de Nicholas Sparks, ainda sem previsão de lançamento.

Confira abaixo a Sinopse de " O Melhor de Mim" e dos outros oito filmes baseados nos seus romances.


O Melhor de Mim (The Best of Me, publicado em 2011 | Ainda sem previsão de estréia)



Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.


Uma Carta de Amor (Message in a Bottle, 1999)



Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. 
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” 
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. 
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember, 2002)



“Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.”


Diário de Uma Paixão (The Notebook, 2004)



"Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou." Noah Calhoun Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas. 

Noites de Tormenta (Nights in Rodanthe, 2008)



Aos 45 anos, Adrienne Willis repensa toda a sua vida quando o marido a abandona por uma mulher mais jovem. Com o coração partido e em busca de descanso ela segue para a pequena cidade de Rodanthe, na Carolina do Norte, para cuida da pousada de uma amiga, Quando uma tempestade terrível se aproxima, Adrienne começa a achar que sua fuga perfeita está arruinada - isso atá a chegada do novo hóspede, o Dr. Paul Flanner. Aos 54 anos, o médico chega a Rodanthe para repensar sua profissão e relação com a família. Agora, em meio à tempestade que os cerca, os dois seres feridos procurarão conforto um nos braços do outro - e esse único fim de semana despertará sentimentos que irão acompanhá-los pelo resto de suas vidas. O título desse livro foi mudado de O Sorriso das Estrelas para Noites de Tormenta depois do sucesso do filme, que agora compõe também a capa do livro.



Querido John (Dear John, 2010)



“Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.
Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.


A Última Música (The Last Song, 2010)



Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ULTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.

Um Homem de Sorte (The Lucky One, 2012)



“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.

Um Porto Seguro (Safe Haven, 2013)




Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades relutantes: uma com Alex, o viúvo, com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta: o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país para chegar no paraíso de Southport. Com o apoio simpático e insistente de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas... e que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.

Filme | Divergente Estréia Amanhã no Brasil


Divergentes, a espera finalmente acabou! Como podem ver na foto acima divulgada pelo site oficial da série falta apenas 1 dia para a estréia tão aguardada por todos os fãs. Amanhã dia 17 de Abril Divergente estará nos cinemas brasileiros, trazendo a eletrizante história de Beatriz Pior para as telinhas, que após fazer uma única escolha muda totalmente o rumo de sua vida.

"Em um mundo dividido é preciso escolher de que lado deve lutar", assim diz o breve trailer que está passando na TV anunciando o filme, revelando apenas o começo do livro/série best-seller que já faturou bilhões nas bilheterias do cinema Norte-Americano.

Para quem ainda não leu o livro e deseja assistir o filme a resenha já está disponível aqui na Paraíso dos Livros. Click aqui para visualizar #Divergente

Segue a Sinopse Abaixo:

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Lançamento | Fabiana Karla lança seu primeiro livro infantil "O Rapto do Galo"

No último domingo dia 13 de Abril, a atriz recifense Fabiana Karla lançou seu primeiro livro infantil " O rapto do Galo" na Livraria Saraiva, Rio de Janeiro no Leblon. Publicado pela Editora ROCCO jovens leitores, com ilustração da também recifense Rosinha.

A história começa com o sumiço do galo na Ponte Duarte Coelho, no Centro da capital. O Rei Momo se recusa a abrir o Carnaval mesmo com as ruas enfeitadas, o povo fantasiado e o frevo tocando. Os personagens da folia desfilam pelas páginas do livro em busca do galo.


Filme | Cena Completa de "A Culpa é das Estrelas" é liberada


Fãs prepare-se! A durante a premiação MTV Movie Awards 2014 liberou uma cena de um dos filmes mais aguardados deste ano. Na prévia vemos os protagonistas Hazel (Shailene Woodley) e Augustus (Ansel Elgort) conversando na saída do grupo de apoio para jovens com doenças terminais.

Hazel que é vitima de um câncer que começou na tireoide e atacou seus pulmões se sente ofendida por Augustus pegar um cigarro. A conversa se encerra com a revelação de que o garoto trata eles apenas como uma metáfora. 

"É uma metáfora: você põe essa coisa que pode te matar entre os dentes, mas não lhe dá o prazer de conseguir." Uma das várias de frases marcantes que somente quem leu o livro de John Green sabe do que está por vir.


Veja a cena clicando no link a seguir: MTV Movie Awards 2014 - The Fault In Our Star

domingo, 13 de abril de 2014

Notícias | Mais uma trilogia completa “Dreams of Gods and Monsters” lança nos E.U.A


O último volume da série “Feita de Fumaça e Osso” - “Dreams of Gods and Monsters” teve seu lançamento no dia 08 de Abril nos E.U.A. e dia 17 de Abril estará sendo distribuído também no Reino Unido. A editora Intrínseca responsável pela publicação da trilogia aqui no Brasil ainda não revelou informações ou previsão para seu lançamento no nosso país.

A trilogia, que narra a história envolvente de Karou e Akiva , no final do Segundo Livro “Dias de Sangue e Estrelas” deixou os fãs da série curiosos pelo que vem a seguir agora que os Serafins invadirão o planeta Terra.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Lançamento | Novo livro de Paulo Coelho lançará dia 12 de Abril


Um dos autores brasileiro, mais bem-sucedidos Paulo Coelho, estará nos presenteando no final desta semana, dia 12 de Abril com mais uma de suas obras "Adultério", que será publicada pela editora Sextante. Como o próprio título indica estará abordando assuntos relacionados com infidelidade.

Veja a sinopse a seguir:

Minha tristeza se tornou rotina, ninguém percebe mais. Não consigo mais dormir direito. Sinto-me egoísta. Continuo tentando impressionar as pessoas como se ainda fosse criança. Choro sozinha e sem motivo no banho. Só fiz amor com vontade mesmo uma vez em muitos meses – e você sabe bem de que dia estou falando. Já considerei que tudo isso seja um rito de passagem, consequência de eu ter passado dos 30 anos, mas essa explicação não basta. Sinto que estou desperdiçando minha vida, que um dia vou olhar para trás e me arrepender de tudo o que fiz. Menos de ter me casado com você e tido nossos lindos filhos. 

– Mas isso não é o mais importante? 

Para muitas pessoas, sim. Mas para mim não é o suficiente.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Lançamento | Editora Novo Conceito Anuncia 5 lançamentos via Skoob

O Skoob é sem dúvidas a rede social favorita daqueles que são apaixonados por livros, além de um meio muito valido para trocar opiniões com outros leitores, sempre trazendo inovações para o seu público em questão. É isso mesmo! Novidades a vista! A Editora Novo Conceito publicou em site oficial e juntamente com o Skoob divulgou 5 lançamentos que estarão disponíveis nas livrarias em Maio.

Confira abaixo as sinopses:

 

A Rosa da Meia - Noite - Lucinda Riley


Abrangendo quatro gerações , The Midnight Rose varre dos palácios brilhantes das grandes marajás da Índia para as majestosas mansões da Inglaterra , depois da extraordinária vida de uma garota notável , Anahita Chaval , de 1911 até os dias atuais . . . No auge do Raj britânico , onze anos de idade, Anahita , de uma família nobre, mas empobrecida , forma uma amizade ao longo da vida com a teimosa Princesa Indira , filha privilegiada da realeza indiana. Como companheiro oficial da princesa, Anahita acompanha seu amigo para a Inglaterra , pouco antes da eclosão da WorldWar I. Lá, ela conhece jovem Donald herdeiro Astbury relutante ao magnífico , remoto Astbury Estate- e sua mãe conspirações. Noventa anos depois , Rebecca Bradley, uma jovem estrela de cinema norte-americano, tem o mundo aos seus pés. Mas quando sua relação turbulenta com o namorado igualmente famoso toma um rumo inesperado , ela está aliviada por seu último papel , jogando uma debutante de 1920, vai levá-la para longe do brilho da publicidade para um canto distante do campo Inglês . Pouco tempo depois das filmagens começa no agora desmoronando Astbury Hall, Ari Malik, bisneto de Anahita , chega inesperadamente , em uma missão para o passado de sua família. O que ele e Rebecca descoberta começa a desvendar os segredos sombrios que assombram a dinastia Astbury . . . Um conto de múltiplas camadas, de partir o coração cheio de personagens inesquecíveis capturados na varredura da história, The Midnight Rose é Lucinda Riley em seu mais cativante e inesquecível.




O Retrato - Charlie Lovett


Um livro para aqueles que amam os livros. 1995. A morte precoce de Amanda Byerly foi um golpe duro, que encheu de tristeza o coração de seu marido, Peter. Mais introspectivo do que nunca, ele decide deixar os Estados Unidos e se instalar na Inglaterra, onde passa a se dedicar à recuperação e à negociação de livros raros. Em um de seus dias de pesquisa solitária, Peter se depara com o retrato de uma jovem muito parecida com sua amada esposa, guardado dentro de um livro. A semelhança impressiona, mas a aquarela foi pintada há muito, muito tempo. Trilhando um sinuoso caminho entre a era vitoriana e o final do século XX, Peter passa a investigar a origem do misterioso retrato. As pistas acabam por levá-lo a se envolver em um mistério histórico: uma obra perdida do dramaturgo William Shakespeare. "O Retrato" é uma fascinante mistura de suspense e paixão que nos convida a viajar no tempo, no rastro de histórias sobre livros.


Os Solteiros - Meredith Goldstein


Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abando- nou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da facul- dade quase namorou Hannah — e não se esquece disso... Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens... Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.





Boneca de Ossos - Holly Black

POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...


Um herói para ela - Lu Piras

Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes. Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem. Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista. Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino. Uma história cheia de humor e romance.


domingo, 6 de abril de 2014

Filme | "Como eu era antes de você" virará filme

 
A editora Intrínseca distribuidora oficial do livro aqui no Brasil, divulgou através do seu site que os mesmos roteristas de "A Culpa é das Estrelas" produzirá o longa metragem de "Como eu era antes de Você". Seguinte nota, os estúdios MGM definiram que os responsáveis por esta adaptação cinematográfica será a dupla Scott Neutadter e Michael H.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Resenha | Ensaio sobre a Cegueira - José Saramago



Autora: José Saramago
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 312
Avaliação:
      

Feche os olhos, concentre-se apenas em sua respiração e perceberas o que significa perder um dos sentidos mais importantes da vida. Começa com um motorista parado no trânsito e rapidamente a epidemia se espalha "A treva branca", "Vejo tudo branco" são os diálogos de cada personagem a ser infectado pela cegueira iluminada.
Brilhante, essa é palavra que melhor define o autor|criador José Saramago por sua belíssima obra. Um livro de reflexão, a medida que a história avança diversos assuntos são questionados. "Que falta me faria os olhos" este será um pensamento quase constante ao ler este livro.
Um mundo cego, todos de modo geral desesperados, vivendo em condições humilhantes, deploráveis e insuportáveis após serem obrigados a se isolarem em um manicômio pelo governo que não sabe o que fazer para acabar com caos. Logo todos ficaram cegos, porém a população reluta a acreditar que os seus dias também estão contados. Agora, todos se movem por um único laço, um único sentimento: A esperança por dias melhores, condições básicas de sobrevivência para qualquer ser mortal, alimentação, higiene, dignidade, liberdade e autonomia para serem quem são. 
A mulher do médico, vê e não é contagiada pela cegueira. Imagino que essa seja uma forma direta de incluir o leitor ao mundo cego de José Saramago. Como se existisse uma mensagem subliminar escondida: Você vê o que ela vê então reflita como seria este mundo sem esperança, sem condições, como animais guiados por seu instinto de sobrevivência a vagar sem direção por não enxergarem, O que você faria nesta situação?(Bom, está é apenas a minha opinião).
Enfim terminarei está resenha de forma diferente desta vez, com um breve trecho do livro que por si só diz muito para todos nós:

"Se voltar a ter olhos, olharei verdadeiramente os olhos dos outros, como se estivesse a ver-lhe a alma(...) ou o espírito o nome pouco importa(...) Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos." (pág 262 - José Saramago)

Atividades do Blog