sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Filme | Atriz que interpretará Sra. Robinson em “Cinquenta Tons Mais Escuros” é escolhida





Para quem leu o livro “Cinquenta Tons Mais Escuros” sabe que o segundo volume da franquia se prende ao nosso enigmático Christian Grey, onde logo seu passado começa a ser revelado. Junto com esse fato nosso personagem tem uma "relação estranha" com uma personagem odiada e amada por muitos fãs, chamada Sra. Robinson.


Ontem (28/01) o nome Kim Basinger foi confirmada para viver a personagem Elena Lincoln (Sra. Robinson).

Gostei muito da escolha e vocês o que acharam leitores?

O filme com direção de James Foley, está previsto para 10 de Fevereiro de 2017.

Filme | Adaptação do livro “A Cabana” têm mês de estreia confirmado



Com a direção de Stuart Hazeldine e Gil Netter, a adaptação do bestseller escrito por William P. Young, deve chegar aos cinemas americanos em novembro.

Sam Worthington irá interpretar Mack, Octavia Spencer será a personificação feminina de Deus e Graham Greene será a personificação masculina.

O livro publicado pela editora arqueiro, aqui no nosso país vendeu mais de 18 milhões de cópias mundialmente.

Gostou da novidade, mas ainda não conhece a história? Confira a sinopse abaixo:

A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele. 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Resumo | The Flash #001 (Os Novos 52)



Autor: DC Comics
Editora: 
DC Comics
Páginas: 28
Avaliação:
      


Em "The Flash #001", Barry Allen está em uma evento de tecnologia com sua colega de trabalho Patty Spivot, admirando o trabalho e tendo o prazer de conhecer Dr. Elias ( Darwin Elias), inventor de um recodificador de genoma portátil. 

Durante o evento as coisas saem do controle, quando homens trajados de "robô" invadem o evento levando o recodificador do doutor. Barry rapidamente consegue escapar do olhar de todos se transformando em Flash, pelo anel que criou. Após uma breve luta com diversos "robôs", ele atingi fortemente um deles jogando-o de um prédio a muitos metros do chão. A jornalista Iris West, logo vai ao socorro de Flash, que em seguida consegue recuperar o recodificador entregando ao Dr. Elias.

Quando os policias chegam ao local do crime, um corpo do homem que Flash se chocou no ar na queda do prédio, é encontrado morto. Para surpresa de Barry, quando Patty tira a máscara, o homem é Manuel seu amigo de outros tempos de policia.

Também temos uma cena bem fofa de Patty Spivot com ciúmes de Iris West em relação a Barry, quando o jovem está voltando para sua casa.

Nas falas de Barry percebemos que Manuel nunca foi um bom homem e sempre procurou confusão, mas Allen não consegue entender por qual motivo Manuel estaria atrás do recodificador de genoma e começa a pesquisar em seu laboratório as pistas que possui. Então neste momento um homem de capuz entra em seu laboratório e mais uma vez Barry é surpreendido quando ao revelar seu rosto, ele vê que Manuel está vivo. 

Manuel pede para que Barry o siga, pois ele está sendo perseguido. Então ambos fogem do bando que o perseguem sem descanso pelas ruas da cidade. Sem alternativa para se transformar em Flash, Barry se joga em um rio para se transformar longe dos olhos curiosos das pessoas, fazendo Manuel acreditar que ele está ferido por conta da queda. Quando Flash alcança novamente seu amigo, se depara com os homens que seguiam seu amigo, fazendo-o como refém, mas ao olhar para os rostos de todos, percebe que são cópias exatas de Manuel.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Resenha | Cidade das Cinzas - Cassandra Clare - Livro 2



Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 406
Avaliação:
      



ATENÇÃO: Esta Resenha contém spoilers

No Final do primeiro volume de instrumentos mortais, descobrimos inesperadamente que Clare e Jace são irmãos, filhos do vilão Valentim e Jocelyn. Neste segundo livro da série, as consequências desta grande revelação acaba recaindo sobre Jace, sendo acusado de estar ajudando seu pai Valentim em seu plano diabólico contra a Clave.
Se em " Cidade dos Ossos", Clare é introduzida no mundo dos caçadores de sombras, agora em "Cidade das Cinzas", ela procura se manter afastada. Porém por diversas razões se vê obrigada a voltar para o Instituto, pelos atos inconsequentes de seu irmão. Este também é um livro decisivo para Simon que tem sua vida completamente mudada.

Apesar de Jocelyn continuar em coma, o foco passa ser Valentim. Temos muitas cenas interativas com todos os personagens em conjunto, pois tanto Luke, Magnus, Simon e os caçadores de sombras procuram desvendar os mistérios que se esconde por trás da busca determinada de Valentim pelos instrumentos mortais. 

Também conhecemos duas novas personagens importantes Maryse Lightwood (mãe de Izzy, Alec e Max) e a Inquisidora Imogen Herondale. Jace, mostra-se mais agressivo, instável e sem controle procurando seu pai mesmo quando não deveria, intrigando a todos a sua volta, principalmente a Inquisidora que o persegue.

Os sentimentos mal resolvidos de Clare e Jace também se farão presentes, fazendo Clare começar um relacionamento com Simon sem entender direito o que quer para si, enquanto Jace parece não se importar que a jovem é sua "irmã", continuando atraído por ela de forma carnal. Tudo isso gera ciúme e inconformismo, induzido Simon a uma escolha não muito positiva após um episódio perfeito para os fãs de "Clace" e drástico para quem gosta do personagem de Simon. Fiquei preocupada que o personagem perdesse sua essência após o ocorrido mas Cassandra Clare, conseguiu manter o melhor do personagem deixando-o mais forte.

O líder dos vampiros Rafael, terá relação direta a Simon, fica a dica. Magnus também está mais ousado e interrogativo do que nunca em "Cidade das Cinzas", além de uma "suposta relação" ficar no ar com Alec, que não confirma os fatos, mas sempre sabe como chegar a Magnus. Em relação a Izzy descobrimos que a jovem tem uma relação significante com o mundo das fadas. Também temos o primeiro conflito direto com Valentim que na minha opinião foi uma das melhores parte do livro. Muitos fatos importantes são discutidos durante a luta de demônios. 

Gostei muito de "Cidades das Cinzas" pois apesar de ser um livro menos descritivo, contém muito mais cenas ação do que o primeiro, revelando muitos elementos novos sem cair da monotonia. A revelação que Clary sendo mais poderosa do que acredita, Simon transformando-se em um "filho da noite", Jace sendo questionado, interrogado, punido e fragilizado, Luke e seu bando aparecendo para somar, Magnus e Alec em interagindo em momentos quase românticos e Valentim mostrando toda sua maldade com maestria, fazem esse livro entrar para os meus favoritos. Além de o final ser perfeito! Afinal Jocelyn ainda faz parte da história, certo? Tenho certeza que quem é fã vai gostar. #Recomendo


sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Filme | Novo trailer de "Convergente" é liberado



Quem está preparado para fortes emoções em Convergente? Faltando pouco para estreia e tendo a mesma antecipada para 10 de Março, o filme teve um novo trailer liberado hoje no twitter da série.

O vídeo está recheado de cenas novas. Confira já abaixo!

Notícias | Possível mês de estreia de Fallen é divulgado




Depois de o trailer não ter saído em Junho de 2015 como havia sido informado em várias mídias e o filme mudar ano de estreia de 2014 para 2015 e consequentemente 2016, agora segundo o site IMDb, a adaptação de "Fallen" que teve seus direitos comprados pelo estúdio Disney para produção da adaptação, teria ganhando seu possível mês de lançamento nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, revelando que o filme estreia em Setembro de 2016.



A série best- seller de Lauren Kate, que tem seguidores mundialmente ganhará vida através dos autores:

Addison Timlin como Luce, Jeremy Irvine como Daniel Grigori e Harrison Gilbert como Sam.

Será que agora vai, pessoal? Vamos aguardar.


quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Filme | Convergente têm sua data de estreia antecipada




Fãs já podem comemorar!

Faltando pouco para a estreia do terceiro filme da saga Divergente, dirigido por Robert Schwentke, "Convergente" teve sua data antecipada de estreia aqui no nosso país. Previsto para 17 de Março aqui no Brasil e 18 de Março no Estados Unidos, a nova data de estreia será dia 10 de Março.

O último filme "Ascendente" previsto para 24 de Março de 2017, também teve sua data alterada chegando aos cinemas dia 7 de junho de 2017.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Resenha | Nocte - Courtney Cole - Livro 1



Autor: Courtney Cole
Editora: 
Kindle Edition
Páginas: 277
Avaliação:
     


Descobri o livro "Nocte" por acaso em minhas buscas por novos e-books. Admito que sua capa chamativa, o título em latim e o subtitulo foram os elementos que chamaram minha atenção de inicio, mesmo sem ler a sinopse o conjunto foi muito convidativo. Assim que iniciei a leitura fiquei presa no labirinto mental de Nocte e não me arrependi de lê-lo até o final.

O fato de Calla, morar em uma casa com uma funerária onde seu pai trabalha, ter um irmão gêmeo com problemas psicológicos e perder a mãe em um acidente de carro já seria motivo suficiente para enlouquecer qualquer pessoa, mas quando vemos estes dilemas mentalizados ou falados pelo personagem de Finn é como embarcar numa viajem alucinógena e irracional. Pouca coisa faz sentido quando você lê as falas do personagens, mas leitores tudo têm um bom motivo, acreditem.

Gostei muito do começo do livro pois todos os fatos são muito intensos e a velocidade que acontecem, impulsiona a leitura das próximas páginas, porém logo esse ritmo perde a força e o meio da história fica "aparentemente" perdido. Nessa parte as coisas ficam um pouco repetitivas, pois descobrimos que Dare (jovem misterioso que Calla conhece na clínica psiquiátrica onde Finn frequenta) têm um segredo e depois Finn tem um segredo, então tudo se torna "Qual é o segredo deles?" e parece que o livro não vai mais sair disso. Ainda bem que o final é tão bom quanto o começo para compensar.

Durante toda a leitura conseguimos sentir o desespero de Calla querendo ajudar seu irmão de alguma forma e como ela acredita que sua vida só faz sentindo seguindo adiante com o irmão. Não existe a palavra separação no vocabulário dela. Por conta disso ela discute com a mãe, com o pai, com Dare até. O ciclo da vida normalmente faz com que o crescimento nós leve para novos caminhos. Estudar, trabalhar, ter independência e compreendê-la, porém Calla recusasse a isso. Pois sente que deve cuidar e proteger o irmão agora que sua mãe se foi. Essa necessidade é angustiante de se ler. Ainda no meio de toda essa confusão de Calla e Finn, tem Dare claramente apaixonando por Calla, evitando qualquer contato físico com Calla e dizendo que é tudo por conta de um segredo? Muitas vezes me peguei me perguntando: Isso é sério, mesmo?

Ainda estou me recuperando do final, foi chocante. Nunca, nunca mesmo imaginaria que o livro terminaria da forma que acabou. Fiquei lendo e relendo e só conseguia dizer: Nossa! Nossa! Muito bom! 
Foi uma evolução gritante e repentina por conta da zona de conforto que o livro se torna do meio para o final. Era como ser atingido por algo e não saber de que direção veio. Foi forte, emocionante e intenso como o começo do livro.

O conselho que posso dar para você que está já no meio da história:
Não abandone o livro na metade, tudo tem um sentido extraordinário para ser como é, em Nocte. Para quem quer ler: Leia! E para você como eu que já leu Nocte tenho certeza que concorda comigo quando digo que o livro é um misto de loucura, emoção e amor. Além de ser surpreendente e revelador até as linhas finais.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Resenha | Cidade dos Ossos - Cassandra Clare - Livro 1




Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 459
Avaliação:
      


Todas as lendas são verdadeiras. 
Simplesmente fantástico!

Cidade dos Ossos é o primeiro volume da série "The Mortal Instruments" de Cassandra Clare. Nele somos apresentados a Clary Fray, uma jovem, que após testemunhar um "assassinato" em uma boate, vê sua vida virar de ponta cabeça. Tudo porque o "humano" que viu morrer na verdade era um demônio e o fato de ela conseguir ver os caçadores de sombras executa-lo, chama a atenção principalmente de Jace. Após a situação Clary, tem sua mãe sequestrada, descobrindo que faz mais parte desse novo mundo do que poderia imaginar.
É difícil falar de Cidade dos Ossos sem dar mais spoilers pelo fato de ter tantos elementos ricos dentro que uma só história, dá vontade de dizer tudo.. Mas vou tentar manter o foco no contexto geral, então vamos lá.

O fato de Clary saber de forma repentina sua verdadeira origem sendo jogado tantos fatos de uma só vez no "ventilador", deixa tudo mais empolgante. Cassandra Clare faz o leitor conhecer este mundo de Instrumentos e símbolos junto com Clary. A autora também explica cada item diferenciado da história não deixando lacunas. Essa interação direta com o leitor faz toda diferença. E sim, muitas, muitas partes de ação, luta, demônios, mortes, lobisomens, vampiros, caçadores e revelações, deixam tudo mais divertido! 

Referente aos personagens tantos os masculinos, como os femininos são muito fortes e marcantes. A medida que vão sendo ligados um aos outros, as emoções ficam mais intensas. Jace é um personagem simplesmente forte, másculo e apaixonante...Não há como negar. Assim com o doce e romântico Simon, também é simplesmente encantador. Alec, diria que é um diamante bruto em fase de lapidação. E quem não gostaria de ter uma melhor amiga como Izzy? Ela é fantástica. O misterioso Magnus, vai te deixar curioso por mais. O revelador Luke, vai fazer seu queijo cair e até Jocelyn (Mãe de Clary) que fica a maior parte do livro desaparecida não tem seu brilho apagado e sim iluminado a cada página virada. Enfim, conheceremos o vilão Valentim, com ele muitos corações serão partidos e não me refiro apenas a Clary e Jace, gente! 

Vale lembrar que o foco de Cidade dos Ossos, também é encontrar o Cálice Mortal, pois ele foi o instrumento que deu vida aos primeiros Nephilins ( metade anjo e humano / Caçadores de Sombras) que por algum motivo sombrio Valentim o deseja loucamente. Então vem a dúvida: Este foi apenas o primeiro instrumento revelado por Cassandra Clare? Alguém (eu) já quer ler o próximo livro!

Para quem assistiu o filme, como sempre digo, as vezes se perde muito nas adaptações. Primeiro, os personagens do livro tem muito mais personalidade (Desculpa gente, apenas a interpretação de Clary me encantou no filme, nem do Magnus eu me lembro e olha que amei o personagem no livro). Segundo, você descobre a verdadeira ordem dos acontecimentos. Terceiro, é muito melhor quando conhecemos a versão de quem deu origem ao fantástico universo de Os Instrumentos Mortais.

Para quem ainda não leu? Leia! Você não irá se decepcionar! O livro é fascinante, muito inteligente a forma que os diferentes tipos se seres são apresentados e representados nas linhas. Autentico! Nunca li nada similar. Cidade dos Ossos foi só o começo para mim, amei e já está na minha lista de favoritos. #Recomendadíssimo!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Livro "Marianas - A civilização dos Sonhos" autografado pelo autor E.Chérri Filho




No último sábado (09/01) tive o imenso prazer de receber o livro "Marianas - A civilização dos Sonhos" do autor E.Chérri Filho. Desde o nosso primeiro contato no skoob, fiquei curiosa em conhecer sua obra, pois admito que nunca li nada referente a sereias antes. Como podem ver na primeira imagem, a capa mostra uma visão de baixo para cima dando a impressão de estamos vendo o fundo do mar, com sereias e seus preciosos mistérios. Adoro capas que fazem nossa mente viajar mesmo antes de abrir o livro. Gostei muito disso! 


O livro também veio autografado, o que me deixou imensamente feliz! Apesar de já ter fechando minha lista literária deste ano, vou abrir uma exceção para "Marianas". Espero lê-lo em breve e colocar sua resenha aqui no Paraíso dos Livros! Amei o presente! Obrigada E.Chérri Filho!



quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Curiosidades | Maze Runner - Prova de Fogo também já possui sua versão em aplicativo de jogo para android




Para você que já assistiu a sequencia Maze Runner "Prova de Fogo" sabe que as coisas mudaram um pouco de padrão. Apesar de Thomas e seus amigos ainda continuarem correndo para se manterem vivos, não existe mais um labirinto. Assim como no final de 2014 anunciei aqui no blog que o primeiro filme tinha ganhando sua versão de jogo, agora chegou a vez de Prova de Fogo também ter o seu próprio aplicativo.


























Como no primeiro aplicativo da série, nosso personagem terá que correr, mas agora terá que cumprir as missões para completar a fase dos capítulos que aparecem logo no inicio do jogo. Dessa vez não temos um conômetro de tempo, então a fase só acabará assim que alcançarmos o final. O gráfico é bem similar. Outro elemento interessante é que podemos criar trajes com os itens que são coletados durante a corrida, para que o nosso corredor ganhe novas habilidades. Além de poder jogar com mais de um jogador por fase, o que possibilita segundas e terceiras chances  caso o personagem da jogada morra.


























Também diferente do primeiro app, só aguardamos o que coletamos na corrida quando chegamos a uma especie de parede brilhante verde, aparecendo um baú no canto da tela. A última parede para conclusão de fase, será azul. O aplicativo funciona on-line e offine podendo ser jogando em ambas situações. 


Gostou do app? O mesmo está disponível da Play Store e é gratuito! 
Baixe The Maze Runner e Divirta-se.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Escritores nacionais o Paraíso dos Livros é o seu lugar!


Há algum tempo, venho pensando em maneiras de divulgar e trazer mais livros nacionais aqui para o Paraíso dos Livros. 

Assim como a maioria das pessoas, também gosto de livros estrangeiros e tenho meus autores favoritos como Sidney Sheldon e Jojo Moyes. Porém nos últimos anos comecei a ler mais livros nacionais. E foi uma das minhas decisões mais sábias.

Como em vários países, o Brasil, também possuí grandiosos autores e a cada dia novos aspirantes a escritores, desejam que suas obras cheguem a recordes de venda e conquistem espaço nas livrarias como os livros de Paulo Coelho por exemplo. Pode ser algo possível, temos muitos escritores bons em nosso país.

Então porque ler tão pouco nacionais, pessoal?

Pensando nisso, resolvi que o foco principal do blog, será este escritores e seus livros. Acredito que esta janela que será aberta aqui no Paraíso dos Livros levará mais conhecimento e reconhecimento a todos, mostrando um pouco mais desse universo que merece ser expandindo por nossos estados e fronteiras. 

Se você é escritor nacional deixe um comentário ou se preferir entre em contato. Será um grande prazer divulgar sua obra aqui no blog, fazer resenhas e até mesmo falar um pouquinho mais de sua trajetória.

O Paraíso dos Livros incentiva e apoia a leitura nacional e espera que todos possam fazer parte dessa corrente cultural e incentivo tão positivo para nosso país.