domingo, 30 de março de 2014

Resenha | Insurgente - Veronica Roth - Livro 2


Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 509

Avaliação:      

O conflito entre as facções resulta em causas drásticas para Tris Pior, e o que deveria ser um ciclo de glória torna-se dor e inconformação. Recomeçar é a única escolha válida quando não se pode voltar atrás. Entender o sacrifício de seus pais vira uma meta a ser alcançada e desvendada. Paz, é o que procura seu coração angustiado, culpado por um ato inconsequente o qual não teve escolha. Sua divergência não é mais um segredo o que causa desconforto para alguns e curiosidade a outros. Revelações do passado de Tobias deixam ele e Tris de lados opostos. As ações de Tris podem destruí-la a medida que avança na sua busca por resposta levando-a a trair a única pessoa que realmente confia, Tobias.
Diferente do livro anterior a ação realmente começa do meio para o final. A instabilidade e insegurança de Tris toma conta da primeira parte da história. O núcleo da amizade e dos sem-facção são bem explorados também, sendo um ponto bastante positivo já que em "Divergente" a história se mantinha na Abnegação, Audácia e Erudição. O foco principal: "O que esconde Jeanine Matthews?" é revelado após grandes acontecimentos, acredito que uma das melhores partes do livro. O final novamente não deixa a desejar onde uma nova personagem abre as portas para uma realidade desconhecida por todos até então, aguçando a curiosidade do leitor para ler a sua continuação.

sexta-feira, 28 de março de 2014

Lançamento | Editora Intrínseca anuncia lançamento de "Iluminadas"


O livro "Iluminadas" que concorre ao Strand Critics Awards, o prêmio que reúne críticos para escolher os melhores livros de mistério do ano, será lançando dia 12 de Abril no Brasil,  pela Editora Intrínseca.

Iluminadas conta a história de Harper Curtis, um assassino que viaja no tempo atrás de suas vítimas, e Kirby Mazrachi, uma garota que sobreviveu a um ataque brutal do misterioso criminoso. Incapaz de esquecer o fato, Kirby começa a investigar casos semelhantes ao seu, ligados por evidências impossíveis.


Confira matéria completa no site oficial da editora: 

Resumo | Lua Nova - Stephenie Meyer - Livro 2


Autor: Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Páginas: 432
Avaliação:     

ATENÇÃO: Este Resumo contém SPOILER caso não tenha lido o livro não continue a ler o conteúdo abaixo.

Bella está chateada com o fato de completar 18 anos, pois aparentemente a velhice é seu inimigo silencioso já que pode separá-la de seu amado Edward que está paralisado aos 17 anos. Durante a sua festa de aniversário na casa dos Cullen, Bella acaba machucando-se e provocando a sede de sangue de Jasper que a ataca. Tudo termina bem, mas o episódio faz com que Edward se questione: Será que Bella está plenamente segura ao seu lado ou correrá sempre perigo? Após tirar suas conclusões resolve abandoná-la protegendo-a de seu mundo de riscos. Os meses passam, Bella continua inconformada por perder o seu amado, desejado loucamente sua presença por onde vá. Ela arrisca-se por pura adrenalina pois dessa maneira as lembranças podem trazê-lo de volta para sua realidade. Agora para Bella, a dor é a única prova de que Edward era real.
Jacob e Bella ficam cada dia mais próximos o que para ela é reconfortante mas também egoísta de sua parte alimentar esperanças no rapaz. Jacob descobre que é um lobisomem e acaba revelando-se de maneira inesperada para Bella. Sua amizade faz com ela se esqueça da dor dilacerante de seu peito, mas nem mesmo Jacob pode fechar as feridas e frear os atos inconsequentes de Bella que atira-se drasticamente ao mar numa tentativa desesperada de confortar o seu coração. Jacob salva Bella e interfere na visão da irmã de Edward. Alice vê a atitude tomada por Bella mas não seu desfecho, o que a faz acreditar que Bella pode estar morta. Rosalie se antecipa e revela a Edward (Que está isolado na América do Sul) a visão da irmã. Inconformado, Edward parte para Itália e procura os Volturi pedindo a seu sacrifício, porém a realeza recusa seu pedido de execução. Alice localiza Bella e vê que o próximo passo de Edward o levará a morte e ambas viajam para Itália para impedi-lo.
Bella chega a tempo e salva seu amado de seu plano fatal. Novamente juntos Edward explica o real sentindo de ter a abandonado. Descobertos (Incluindo Alice) todos são direcionados para sala real. Aro Volturi, fica intrigado com impressionante bloqueio mental de Bella que não sofre nenhum efeito sobre seus poderes ou de qualquer outro vampiro. Depois de uma breve luta Edward é intimado pelo Clã Italiano: Deverá tornar Bella vampira o mais rápido que possível ou os Volturi terão que tomar providências contra os Cullen. De volta para Forks, Bella resolve fazer uma votação onde os Cullen decidiram o seu futuro mesmo a contra gosto de seu amado. Por fim a data é marcada antes de sua formatura Edward a transformará em vampira, porém apenas uma condição é estabelecida por ele, fará o desejado somente se Bella aceitar o seu pedido de Casamento.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Filme | Academia de Vampiros é cancelado no Brasil


A série "Academia de Vampiros" da escritora norte-americana Richelle Mead, lançará seu primeiro filme...Não tão rápido, Ops! O que era bom durou pouco! Através de comunicado a Diamond Films, informou que o filme será lançando diretamente em DVD em nosso país. O filme não será exibido no Brasil por conta do seu baixo faturamento nas bilheterias internacionais.

Filme | A Culpa é das estrelas lançará primeiro no Brasil


O filme que estava previsto para o final de Agosto, quebrará o padrão tendo sua estreia primeiro aqui no Brasil, no dia 5 de Junho antes do seu lançamento nos E.U.A que será dia 6 do mesmo mês.
Gostou da novidade? Então pode comemorar! Pois graças as 5 MILHÕES de visualizações do trailer de " A Culpa é das Estrelas" que você fã conseguiu esta conquista!

terça-feira, 25 de março de 2014

Filme | Adaptação de " Cidades de Papel" é confirmada


Isso mesmo, você não leu errado! Faltando apenas alguns meses para a estréia de " A Culpa é das Estrelas" livro de John Green, outras de suas obras também ganhará sua adaptação para os cinemas. O produtor será Wyck Godfrey e os roteiristas serão Scott Neaustadter e Michael h. Weber.

O ator Nat Wolff ( Isaac, de " A Culpa é das Estrelas) foi escolhido para dar vida a mais um dos personagens de John Green, dessa vez protagonizado Quentin em Cidades de Papel.


Ator Nat Wolff 

segunda-feira, 24 de março de 2014

Notícias | Autor Chris Colfer, posta novidades do seu Terceiro livro no Instagram


É fã de Chris Colfer? Parece que o autor da série " Terra de Histórias" quer deixar seus seguidores eufóricos, dividindo um pouquinho de sua nova conquista com seus leitores. Ontem dia 23 de Março, Chris Colfer, postou no Instagram uma fotografia do conteúdo do seu Terceiro livro "The Land of Stories - A Grimm Warking" ( título original), apenas com o hashtag #TLOS3.

Clique Aqui para ver página do Instagram de Chris Colfer.

A capa do livro também já foi divulgada via Instagram pelo autor dia 6 de Fevereiro dizendo:


" The cover for The Land of Stories: A Grimm Warning has been revealed! Check it out and read an exclusive excerpt http://usat.ly/1g5IG37 #TLOS3 "


Tradução: 

" A capa de The Land of Stories : A Grimm foi revelada! Confira e leia um trecho exclusivo http://usat.ly/1g5IG37 #TLOS3 "

Veja abaixo:

Clique Aqui  para ver página do Instagram de Chris Colfer.


O segundo livro " Terra de Histórias - O retorno da Feiticeira" , lança em maio aqui no Brasil, confirmado pela editora Benvirá.


Citação do Livro "Ensaio Sobre a Cegueira" (3)


Confira abaixo citações de Ensaio Sobre a Cegueira:

" (...) Aquela confusão, meu Deus, a falta que os olhos nos fazem, ver, ver , ainda que não fosse mais que umas vagas sombras, estar diante de um espelho, olhar uma mancha escura difusa e poder dizer, ali está a minha cara, o que tiver luz não me pertence." (pág. 75)


" (...) A cegueira também é isto, viver num mundo onde se tenha acabado a esperança." 
(pág. 204)

" Um escritor é como outra pessoa qualquer não pode saber tudo nem pode viver tudo, tem de perguntar e imaginar (...)" (pág. 277)

" O difícil não é viver como as pessoas, o difícil é compreendê-las (...)" (pág. 286)

"O tempo é que manda, o tempo é o parceiro que está a jogar do outro lado da mesa, e tem na mão todas as cartas do baralho, a nós compete-nos inventar os encartes com a vida, a nossa (...) " ( pág. 303)

sexta-feira, 21 de março de 2014

Filme | "A Maldição do Tigre" terá adaptação cinematográfica


Mais um livro para as telinhas a vista! Saiu nas bancas, a revista Atrevida divulgou matéria sobre os livros que virão filmes e adivinhem... A Maldição do Tigre é um deles! A editora Arqueiro responsável pela distribuição dos livros no Brasil também compartilhou a informação através do Facebook. Os direitos autorais foram comprados pela Paramount Pictures, que produzirá o longa-metragem previsto para 2015.

O anúncio oficial foi confirmado pela própria escritora Collen Houck.

Veja abaixo:

          Ola gente!
Eu tenho recebido toneladas de e-mails, mensagens pelo twitter e notas dos meus fãs me perguntando sobre a Paramount Pictures ter adquirido os direitos para transformar os livros da série A Maldição do Tigre em filme? Bem, eu posso contar a vocês oficialmente que isso é verdade e eu estou maravilhada! Como todos vocês sabem, de postes e discussões anteriores, nós estivemos trabalhando nisso há um tempo e eu não poderia estar mais feliz com a equipe dos sonhos montada para trazer meus livros à vida nas telinhas do cinema. 

Eu não tenho dúvidas que a Paramount Pictures junto com os produtores Mary Parent e Raphael Kryszek vão fazer um filme lindo e incrível. Obrigado do fundo do meu coração a cada um de vocês que continuam a ler meus livros. Sem vocês isso nunca seria possível. Nós estamos em modo ultra-secreto agora enquanto o filme está sendo desenvolvido, mas eu mal posso esperar para compartilhar as novidades com vocês o mais rápido possível! Essa notícia é emocionante para mim e eu estou realmente ansiosa por todas as excitantes aventuras que estão por vir.

Collen Houck

quarta-feira, 19 de março de 2014

Filme | Divergente estréia amanhã nos E.U.A.


Faltando poucos dias para o lançamento "Divergente" liderava as bilheterias especulando-seo valor aproximando de $50-60 milhões, sendo o filme em primeiro lugar nas vendas de ingressos.
Amanhã  o fenômeno que ganhou o mundo os leitores com frases do tipo: " O medo não te assusta, ele te fortalece.", a divergência de Tris e a sociedade com suas cinco facções, estará na telinhas dos E.U.A. para a alegria dos fãs que acompanharam cada SPOILER ansiosos pelo longa completo.
Infelizmente nós brasileiros teremos que esperar até o dia 17 de Abril, lançamento previsto para o nosso país.

Ainda não viu o 2° Trailer de Divergente? Segue abaixo: 

terça-feira, 18 de março de 2014

Lançamento | Os 10 contos de Magnus chega ao Brasil em Novembro


A coleção da série " The Bane Chronicles" dos dez contos centrados no misterioso bruxo Magnus Bane, terá sua publicação na versão física aqui no Brasil em Novembro, seguinte a Galeria Record.
Os contos escritos por Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan e Mauren Johnson, se passa em diferentes épocas onde Magnus, conhece importantes personagens do mundo dos caçadores de sombras.

Opinião Gráfica:

Admirável! O belíssimo trabalho de capa a primeira vista causa impacto, levando o leitor a temática de fantasia do seu conteúdo, além do encaixe perfeito dos dez livros formando um poster do personagem em questão.

Veja abaixo:



quarta-feira, 12 de março de 2014

Notícias | Segundo Livro da série "Terra de Histórias" de Chris Colfer ganha capa em português


Ontem a tarde a editora Benvirá, responsável pela pela distribuição brasileira da série "Terra de Histórias" publicou através do Facebook a capa do segundo livro de Chris Colfer  - "Terra de Histórias: O Retorno da Feiticeira". O seu lançamento será em maio confirma a editora.


Quem está empolgado? #EuQUERO!

segunda-feira, 10 de março de 2014

Filme| Mais uma cena liberada de Divergente - Christina e o abismo.

Zoë Kravitz como Christina em Divergente

Parece que até o lançamento do filme teremos várias novidades a respeito de Divergente. Mais uma cena foi liberada para os fã ansiosos que não veem a hora de assistir ao longa completo.


A cena se refere as páginas 108 à 113, onde após ao pedido desesperado de Christina, insistindo para que parasse a luta entre ela e Molly.

" - Pare! - berra Christina, quando Molly se prepara para dar mais um chute. Ela ergue uma mão. - Pare! Eu... - Ela tosse. - Eu não aguento mais."

Após o ocorrido o impiedoso Eric, a leva para o abismo.

Veja a cena abaixo:


domingo, 9 de março de 2014

Citação do Livro "Insurgente" (2)

 

Confira abaixo dois trechos de Insurgente.

Quatro para Tris:

- Não, estou relatando um fato. - Seus lábios parecem uma linha reta. - Se você se colocar em risco à toa novamente, terá se tornado nada mais do que uma viciada em adrenalina da Audácia, à procura de uma nova dose de emoção, e eu não a ajudarei a fazer isso. - Ele cospe as palavras, amargamente. - Amo Tris, a Divergente, que torna decisões independente de lealdades a facções, que não é o estereótipo de uma facção. Mas a Tris que está fazendo de tudo para destruir a si mesma...não consigo amá-la.
 Quero gritar. Não porque estou nervosa, mas porque temo que ele esteja certo. Minhas mãos tremem, e eu agarro a bainha da minha camisa para estabilizá-las.
  Ele enconsta a testa na minha e fecha os olhos.
- Acredito que você ainda está aí dentro - diz ele, com a boca perto da minha. - Volte para mim. 
 

pág. 258 -259

Pensamento de Tris:

Descobrir que as pessoas são compostas por camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que conhecer, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos,enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas às vezes decide confiar nelas.  - pág.494

Gostou dos trechos? Então não perca tempo, leia Insurgente segundo livro da série Divergente. O primeiro filme da série terá lançamento no Brasil dia 17 de Abril desde ano.

sábado, 8 de março de 2014

Filme | A adaptação de "Fallen" prevista para 2014, terá distribuição apenas em 2015


Sim, você não leu errado! A adaptação cinematográfica da série "Fallen" que estava prevista para este ano acaba de sofrer mudanças. A M2 Pictures, responsável pela distribuição do filme postou via Twitter uma mensagem parabenizando pelo seu aniversário o diretor Scott Hicks ( escolhido para produção) acompanhado com um "2015" no final.

Veja abaixo:


"Feliz Aniversário para Scott Hicks, diretor de #Fallen , a saga de fantasia da autora bestseller #LaurenKate que distribuiremos em 2015

Tudo indica que teremos que esperar mais um pouquinho!

sexta-feira, 7 de março de 2014

Citação do Livro "Dias de Sangue e Estrelas" (1)


Sabe aquele livro perfeito que se enquadra magicamente em seu estilo? Todo leitor tem dentro de sua grande ou pequena coleção, livros favoritos, inesquecíveis ou marcantes que deixam sempre um gostinho de quero mais! Criei este novo poste " Favoritos" o qual estarei postando citações dos meus livros prediletos marcando entre ( ) a ordem numérica de postagens existentes neste tópico.


Confira abaixo um dos melhores momentos da leitura de "Dias de Sangue e Estrelas".

Fascinante, Apaixonante, Envolvente e Mágico estas são as palavras que resumem este livro.


"Em breve todo o resto faria sentido. Em breve, Akiva perceberia o significado de tudo aquilo – o lugar, os quimeras, o que ela dissera; Uma coisa levaria à outra e o destruiria – em um estalo repentino e doloroso. Mas durante aqueles instantes, antes de respirar, o mundo pareceu silencioso e tão radiante, e Akiva só conseguia pensar em uma coisa, e a ela se agarrou, querendo viver para sempre naquele momento. Karou estava viva."


" Era uma vez um anjo e um demônio segurando um osso da sorte, que, ao ser partido, dividiu o mundo em dois."


" Ele revivia a todo momento o instante  da execução de Madrigal: o baque surdo de sua cabeça caindo e o retinir dos chifres batendo no chão e a impedindo de rolar para longe do cadafalso. E não era mais Madrigal, mas Karou, a protagonizar aquelas lembranças, a mesma alma em um corpo diferente e sem chifres para impedir que sua cabeça rolasse, apenas a improvável seda azul de seu cabelo. E embora seus olhos fossem agora negros em vez de castanhos, ficariam embotados da mesma forma, se revestiriam novamente do olhar pétreo dos mortos, e seria seu fim. De novo. De novo, e dessa vez para sempre, porque  não havia mais Brimstone para ressuscitá-la. Dali em diante, morte significava morte."  - Pág. 17


" Um dia ele já sentira vergonha de amar Madrigal, mas agora  era apenas a vergonha que o envergonhava. Amá-la tinha sido a única coisa pura que ele fizera na vida. - Será porque você é incapaz de amar? A intocável Liraz. Isso não é vida. É ser exatamente o que ele quer que sejamos. Soldadinhos de corda." - Pág. 25


" Ele ficou lá deitado, apenas olhando para as estrelas me respirando, permitindo-se, à  medida que o ar entrava e saía do seu corpo, sentir o peso da percepção de que estava vivo." - pág. 27



"  Sua alma ainda existia, mas, por culpa de Akiva, o ressurreicionista estava agora morto. Em um dos mais sombrios momentos da vida dele, a ironia da situação  o fez começar a rir  sem conseguir parar, e os sons  que saíam de sua  garganta, antes de finalmente se transformarem em  soluços, eram tão pouco alegres que poderiam ser uma inversão forçada do riso --  era  como se sua alma fosse puxada de dentro para fora e revelasse  sua face mais crua. " - Pág. 36


" Há intimidade na dor. Qualquer um que já confortou alguém que estivesse sofrendo sabe disso : a ternura impotente de quem consola, o abraço, os gemidos e o lento embalar, quando dois se tornam um contra o mesmo inimigo, a dor." - Pág. 65


" Era uma vez um anjo e um demônio que se apaixonaram e ousaram imaginar um novo modo de viver - sem massacres ou gargantas cortadas ou fogueiras feitas com os mortos, sem espectros  ou exércitos bastardos ou crianças arrancadas dos braços de suas mães para assumir seu lugar naquele ciclo  de matar ou morrer. 

  Uma vez, deitados no templo secreto da lua com seus corpos entrelaçados, os amantes sonharam com um mundo que era como uma caixa de joias sem as joias - um pássaro esperando que eles o encontrassem e o preenchessem com sua felicidade.
  Algo que este mundo jamais seria." - Pág. 73


" Almas mortas sonham apenas com morte - disse o ressurreicionista ao imperador. - Sonhos pequenos para homens pequenos. É a vida a única capaz de crescer e preencher mundos. Ou temos a vida como mestre, ou a morte. Olhe só para você. É senhor de cinzas, de restos carbonizados. Sua vitória o deixou imundo. Aproveite essa vitória, Joram, porque nunca vai conhecer outra. Você é senhor de uma terra de fantasmas, e nunca será mais que isso."  ( Akiva) - Pág. 79


" Desenhar sempre tinha sido sua forma de processar as coisas. Assim que passavam para o papel, tornavam-se propriedade sua, e assim Karou conseguia decidir que poder teriam sobre ela." - Pág. 109





" O que soava em sua mente era uma voz que ele ouvira uma única vez: É a vida a única capaz de crescer e preencher mundos. Ou temos a vida como mestre, ou a morte. Quando Brimstone dissera essas palavras, não significaram nada para Akiva. Agora ele entendia. Mas como pode um soldado mudar de mestre?" - Pág. 124




" Era uma vez uma época em que o céu viu a fúria de exércitos de anjos em movimento, e o fogo de suas asas fez o vento soprar em fúria infernal." - Pág. 151


" Os Ilegítimos não tinham direito de reivindicar a paternidade de Joram. Eles eram armas, e armas não tinham pai, nem mãe e, se uma espada pudesse reivindicar seu criador, seria o ferreiro, não a mina de onde fora retirado o metal de que era feita. É claro que isso não impedia Joram de se vangloriar do número de "armas" que tinha saído de sua "mina". Os intendentes mantinham um registro. Mais de três mil soldados bastardos nascidos no harém." - Pág. 159


" Viva sem ser notado, mate quem lhe ordenarem matar e morra no anonimato. Esse poderia ser o lema dos Ilegítimos, mas não. O verdadeiro era: Sangue é força." - Pág. 160


" Akiva olhou para o céu. Ainda estava escuro até onde a vista alcançava, mas ele imaginou sentir uma mudança no ar: uma alteração provocada pelo bater de muitas, muitas asas. Era ilusão, ou profecia, ou apenas temor. 
  Seria uma longa distância a percorrer naquela noite, um vasto território a cobrir, muitos quimeras a salvar. Nada de descanso para ele. O Domínio estava a caminho." - Pág. 162


" Sua vida como Karou de forma alguma a preparara para aquilo. Guerra era uma coisa sobre a qual se ouvia falar no noticiário, e ela nem mesmo assistia ao noticiário, era horrível demais. E se achava que Madrigal poderia ajudá-la, como se seu eu inteiro pudesse torná-la capaz de aceitar aquela feia realidade, estava enganada também. Por que Madrigal tinha feito o que fizera, conspirando com Akiva pela paz? Porque não tinha estômago para a guerra, mesmo fazendo parte de sua vida. Sempre fora uma sonhadora." - Pág. 169


" - Não acredito que a natureza pense em nós a não ser como um problema. Jael sorriu.
- A terra queima, as feras morrem, e as luas choram no céu ao ver isso.
- Cuidado - alertou Akiva, também abrindo um ligeiro sorriso. - Os quimeras foram criados a partir das lágrimas da lua.
  Jael o olhou friamente.
- O Ruína das Feras cuspindo mitos das feras. Você conversa com os monstros antes de matá-los?
- Devemos conhecer nossos inimigos.
- Sim. Devemos." - ( Jael e Akiva) - Pág. 173


" Você só precisa começar, Lir. compaixão gera compaixão, assim como sangue gera sangue. Não podemos esperar que o mundo seja melhor do que aquilo que o fazemos ser." - Pág. 192


 " O silêncio se estendeu, e por um instante ela achou que Zuzana fosse deixar aquela passar; já estava até aliviada. Não queria falar de Akiva. Não queria pensar nele. Deus do céu, queria nunca tê-lo conhecido, queria poder voltar no tempo até aquele dia em Bullfinch e seguir para outro lado no campo de batalha enquanto ele se esvaía em sangue na areia até morrer." - Pág. 221


" Como ela podia não odiar o fantasma daquela garota que não estava nem viva nem morta, não era humana nem quimera - mas o que diabos ela era, afinal? Aquilo era tão diferente de tudo, tão profundamente anormal, e...Liraz sabia que no fundo sentia ciúme, e odiava isso. Akiva era dela." - Pág. 256


" E quando seus olhos se encontraram, foi isso que Akiva viu: não a saudade, mas um brilho repentino e violento de ódio. Não percebeu que aquele ódio era voltado para ela mesma, e sentiu-se em desalento. Desviou o olhar subitamente, só então dando-se conta - tolo - de que ainda nutria esperanças. De quê? Não de que Karou fosse ficar feliz em vê-lo - não era tão tolo assim -, mas de que talvez ele pudesse ter um rápido vislumbre, um sinal, de que restara nela algo do ódio.
  Mas essa esperança se desfez, deixando-o vazio, e quando ele recuperou a voz e conseguiu responder, também soou vazio. Ferido e seco." - Pág. 268


" O tremor tomou conta de sua voz, e Issa puxou uma das mãos para levar à boca. Karou ainda segurava sua mão, e gostaria de poder fazer mais. Nada faz alguém se sentir tão inútil quanto a dor de outra pessoa." - Pág. 303


" - O fim estava próximo de qualquer forma. Talvez viesse em um ano ou em cem, mas estava próximo. Quanto tempo uma guerra pode durar?
- Isso é uma charada? Quanto tempo uma guerra pode durar?
- Não, Karou. A charada é: como uma guerra pode terminar? Aniquilação é uma forma. Foi a escolhida por Joram. Ele fez isso, não você. Você sonhou com uma forma diferente. Akiva também. Vocês dois tiveram a capacidade de não odiar. A ousadia de amar. Você entende que presente incrível isso é?
- Um presente? - Karou sentiu-se sufocar. - Uma facada nas costas, isso sim! - Zuzana se mexeu na cama, e Karou abaixou a voz. - Foi uma ilusão. Uma loucura. Aquilo não era amor. Era estupidez...
- Foi corajoso - rebateu Issa. - Foi raro. Era amor, e foi lindo." (Issa para Karou) - Pág. 305


" Por um instante - ainda que apenas por um instante - parecia que a culpa era toda de Thiago, e não dela. Ela acreditara, na época, que eles tinham o Destino ao seu lado, mas o Lobo intimidara o destino, dobrara-o sua submissão, e aquele era o resultado." - Pág. 305


" Aconteça o que acontecer - dissera-lhe ele em Marrakech, pouco antes de partirem o osso da sorte - , preciso que você se lembre de que eu a amo.
  Ela prometera - ofegante, incapaz no momento de imaginar uma realidade em que desejaria não se lembrar disso. E mantivera a promessa, contra sua vontade: pois queria esquecer. Mas a certeza veio rápido: Akiva a amava. Não a magoaria. Ela sabia disso." - Pág. 307


" Ziri nunca tinha ouvido falar de nada parecido com aquela história da trilha de mapas do tesouro. Exceto talvez pela história do anjo que entrara disfarçado na cidade do inimigo para dançar com sua amada." - Pág. 328


" Diziam que ele tinha sorte. Ziri Sortudo. Por ainda ter seu corpo original? Era algo que nenhum dos outros tinha, então ele não argumentava se queriam chamá-lo de sortudo, mas nunca se sentira um cara de sorte, crescendo sem seu povo, sem vida senão a guerra, e sentia-se até menos sortudo agora que a guerra tinha acabado - o que quer que isso significasse, uma vez que a matança continuava.
  Então ele pensou nos gritos daqueles à beira da morte, na fumaça dos corpos, e ficou envergonhado por questionar a própria sorte. Ele estava vivo; não podia achar que aquilo não era nada, e ele não ficava vivo para sempre." - Pág. 330


" Agora, fora da bolha daquele amor tolo, Karou via como o sonho dos dois teria se tornado amargo se houvessem tido a chance de tentar concretizá-lo; teria se manchado, sujado. Aquelas marcas nunca se apagariam. Teriam existido para sempre - entre ela e Akiva, quimeras e serafins -, assim como os hamsás. Eles não podiam nem se tocar direito. Pensar que haviam acreditado ser possível unir dois pares de mãos assim fazia o sonho parecer mais louco do que nunca. E no entanto... a única esperança é a esperança. As palavras de Brimstone, na época e agora de volta, relembradas por Issa." - Pág. 355


" Não importa o que aconteça comigo, disse a si mesma. Sou uma em bilhões. Sou poeira estelar reunida transitoriamente em uma forma. Serei dispersa. A poeira estelar vai se transformar em outras coisas algum dia, e estarei livre. Como Brimstone está." - Pág. 400


" Corpos são só pesos mortos - todos nós somos apenas receptáculos -, mas saber isso era uma coisa; deixar um corpo para trás era outra. Karou entendia isso muito bem. São os corpos que nos tornam reais. O que é uma alma sem olhos para se olhar, ou sem mãos para segurar? Ela fechou os punhos para fazê-los parar de tremer." - Pág. 407























Próximos Livros | Novos Resumos e Resenhas para Você!


Paraíso do Livros, está preparando novos conteúdos exclusivos para você! Nas próximas semanas constará no blog resenha ou resumo dos seguintes livros:

• Insurgente - Veronica Roth

• P.S. Eu Te Amo - Cecelia Ahern

• Lua Nova - Stephenie Meyer

• Cidades de Papel - John Green

• Náufragos do Passado - Jocelyn Haley

• Eclipse - Stephenie Meyer

6 livros, 6 grandes histórias e a Paraíso dos Livros gostaria de saber a sua opinião.

Procurou aquele livro favorito ou desejado na listagem do Blog e não encontrou? Deixe um comentário com sua indicação. As melhores, serão acrescentadas nas próximas postagem.

Participe!

quinta-feira, 6 de março de 2014

Nóticias | Série "Percy Jackson e os Olimpianos" ganha novas adaptações de capa



Maravilhoso Trabalho! Design Perfeito e Encaixável. Ano quem vem completará 10 anos que a primeira edição do livro " O Ladrão de Raios" foi publicada nos EUA e o ilustrador John Rocco, novamente é responsável pelo belíssimo trabalho de capa, trazendo ilustrações mais complexas que se encaixam tanto de frente, como na lombada.

Confira Abaixo:



 

  

Atividades do Blog