sexta-feira, 28 de abril de 2017

Notícias | Confirmado ! Jojo Moyes estará no Brasil dia 08 e 09 de Maio



A Editora Intrínseca postou uma nota informando a confirmação da vinda da escritora Jojo Moyes. 

A autora participará de sessões de autógrafos na Saraiva RioSul, no Rio de Janeiro, em 8 de maio, e na Saraiva Pátio Paulista, em São Paulo, no dia 9 de maio.

A participação na tarde de autógrafos está limitada a 200 senhas e será autografado 1 livro por pessoa. Não serão permitidos autógrafos em itens que não sejam livros, tais como marcadores, papéis soltos, camisas, etc.

A distribuição de senhas será feita no dia do evento, a partir das 8h na portaria principal do Shopping RioSul.

Veja as localização dos eventos: 


Rio de Janeiro:
08/05/17, segunda-feira, às 18hLocal: Shopping Rio Sul – Rua Lauro Sodré, 445 – Botafogo, Rio de Janeiro, RJ



São Paulo:
09/05/17, terça-feira, às 18h
Local: Shopping Pátio Paulista – Rua Treze de Maio, 1.947 – Bela Vista, São Paulo – SP


Fotos não serão permitidas. Teremos um fotógrafo profissional que disponibilizará todas as fotos no Facebook da Editora Intrínseca em até três dias úteis após o evento. 
A apresentação da senha é obrigatória. No caso de extravio da senha, esta não será substituída e o portador perderá o direito de participar da sessão de autógrafos.


Para os leitores que não puderem comparecer aos eventos, a Saraiva irá promover uma transmissão exclusiva no dia 10 de maio, às 15h30, no site saraiva.com.br. Os leitores que participarem da LIVE irão concorrer a livros autografados e brindes! As perguntas para a autora poderão ser enviadas, pelo Twitter, através da hashtag #JojoAoVivo.





Resenha | O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry





Autor: Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Agir
Páginas: 96
Avaliação:
      

A simplicidade que encanta e ensina. 

A história narra o encontro entre um aviador viajante que caiu com o avião no deserto e um homenzinho extraordinário de cabelos dourados, o pequeno príncipe. A medida que o dialogo entre eles vai evoluindo é possível notar como as visões adultas perde a beleza do olhar de uma pequena criança com o tempo e como a infância é uma parte essencial no interior de cada pessoa. 

Mesmo que a capa sugere ser um livro infantil é seguro afirmar que "O pequeno príncipe" é um livro para todas as idades. Ele possui reflexões profundas sobre o comportamento humano, você ler e sente que algo está sendo modificado, que nunca viu ou pensou em algo da maneira que o pequeno príncipe diz. É uma conversa com seu interior. Não me surpreende que tantas pessoas amem e se sintam ligadas a este livro, ele traz a tona várias emoções e sentimentos que são discutidos ao longo da vida humana. 

"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos."

"Foi o tempo que perde-te com sua rosa que a fez tão importante."
"Tú es responsável pelo aquilo que cativas, tú es responsável pela sua rosa."

" As pessoas veem as estrelas de maneiras diferentes. Para aqueles que viajam, elas serão guias. Para os sábios elas são problemas. Para o empresário ela é ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém terá estrelas como nunca as teve."

Ao final da leitura tive a sensação que o pequeno príncipe era na verdade é a materialização do ser que o viajante gostaria de ter sido na infância. Como se o príncipe fosse seu eu da infância cheio de sonhos, desejos e objetivos que com o tempo deixou para trás. Como se pelo fato de fica sozinho, projetasse ali no deserto solitário uma âncora de salvação para se agarrar, para não perder suas esperanças. Se na infância o viajante havia se deixando entristecer pelas responsabilidades que adquiriu com sua vida adulta, agora busca-se com todas as forças lutar contra pensamentos ruins e frustrações que pudessem alimentar impossibilitando sua coragem de seguir adiante para consertar seu avião. 

Enfim, este livro é simples, maravilhoso e encantador. #Recomendo


quinta-feira, 27 de abril de 2017

Notícias | Robert Pattinson fala sobre o "possível" retorno de Crepúsculo


Pois é pessoal, a novela continua!

A série que encerrou em 2012 com "Amanhecer - Parte 2" pode ter novos capítulos em sua franquia. A alguns meses muito se comentou sobre o "possível" retorno da saga, mas em Setembro do ano passado o executivo da Lionsgate, Patrick Wachsberger disse que isso só aconteceria se Stephenie Meyer quisesse contar mais histórias sobre os personagens. 

Agora o ator Robert Pattinson que interpretou o protagonista Edward Cullen, se pronunciou parecendo bem empolgado com a ideia: 

"Sério, eles estão expandindo?", perguntou ele durante uma entrevista ao Yahoo! Movies (via E! News). "Então, vou ganhar meu próprio spin-off?", brincou.

"Sou sempre meio curioso. Qualquer coisa que tenha uma grande audiência – ou aparentemente uma audiência para ele – eu sempre gosto da ideia de subverter as expectativas das pessoas. Então, poderia ter algum modo radical de fazer isso, que poderia ser bem divertido. É sempre difícil quando não há material fonte. Mas, sim, sou sempre curioso".


Mas a pergunta que não quer calar: Será que Kristen Stewart, toparia interpretar Bella Swan novamente? Em entrevista ao Uproxx 2015, a atriz comentou que amou viver a personagem por cinco anos, porém revelou:

"Isso não quer dizer que eu quero continuar fazendo isso. Mas se outras pessoas fizessem? Tudo bem. Sendo honesta: Eu estaria interessada. Ficaria meio fascinada, mas não me afetaria emocionalmente de um jeito ou de outro".

Xiiiii !! Edward sem Bella não tem volta. Mas vamos aguardar as próximas notícias, nunca se sabe, não é mesmo?

Fonte: Adoro Cinema

Notícias | Sinopse e primeiro vídeo com Will Tudor (Sebastian Velarc) é liberado


No último dia 25 de Abril, a freeform liberou um teaser mostrando o primeiro olhar de Sebastian Velarc! Sim, o personagem que será interpretado por Will Tudor, já aparecerá no primeiro episódio da 2B. O episódio 2x11 tem sinopse e nela temos um outro fato confirmado a Rainha Seelie!

Confira Sinopse e teaser abaixo:

"Shadowhunters retornará para segunda metade da 2 temporada com os caçadores de sombras e seres do submundo lidando com os desdobramentos do que aconteceu no Instituto de New Yorkna no final da S2A. À medida que a distância entre os dois lados cresce, a equipe e seus amigos e amantes seres do submundo são colocados no meio de uma perigosa divisão. Divididos entre as regras da Clave o que eles acham que é certo, Clary, Jace, Alec e Isabelle lutam para ajudar a forjar um novo começo. Os relacionamentos são testados. Um novo caçadores de sombras chamado Sebastian se juntará a luta e a Rainha Seelie sairá das sombras na S2B." 

“Shadowhunters” volta para 2B no dia 05 de junho na Freeform. Disponível na Netflix no dia 06 de junho às 05:01 da manhã.


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Notícias | Shadowhunters tem 3° Temporada Renovada



Agora é oficial!

Sim!!! Shadowhunters teve sua terceira temporada confirmada, pelo seu elenco na última sexta-feira (21/4). Enquanto a live acontecia o cast respondeu que a série não só será renovada como também terá 20 episódios.


Vale lembrar que a 2° temporada não acabou e retorna dia 05 de julho com mais 10 episódios.



Mesmo com os autos e baixos na audiência o seriado tem grande repercussão nas redes sociais o que pode ter sido um fato decisório para sua renovação. Os showrunners Todd Slavkin e Darren Swimmer irão continuar na direção e produção. 


Confira abaixo o vídeo traduzindo pelo Idris Brasil, do momento do anúncio:

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Notícias | Entertainment divulga capa do último livro de The Land of Stories




No última segunda-feira (17/04/2017) o site Entertainment publicou uma matéria, divulgado o último livro que encerrar a série " The Land of Stories" do escritor Chris Colfer. 

"The Land of Stories: Worlds Collide" será o sexo volume da série, concluindo as aventuras dos irmãos Alex e Connor. 

Em nota Chris Colfer disse para EW:

" The Land of Stories: Worlds Collide foi de longe o livro mais difícil que já escrevi."


 "Não só eu me empurrava para atender às expectativas dos leitores, mas também comecei a lamentar a conclusão da série no prólogo. Eu tenho a sorte de usar muitos chapéus criativos em minha carreira, mas ser um autor de uma série de livros populares tem sido a experiência mais gratificante da minha vida. Embora este seja o último livro da série, estou confiante de que este não é o fim de The Land of Stories . "


Aqui no Brasil apenas 4 livros da série foram publicados pela Editora Benvirá, tudo indica que o quinto será publicado ainda este ano. Então leitores, teremos que esperar provavelmente até 2018 por "Worlds Collide".

Fonte: Entertainment

Notícias | V&R Editoras irá publicar a série Captive Prince de C.S. Pacat




Captive Prince, de C.S. Pacat, será publicada no brasil pela V&R Editoras. A trilogia conta a história Damen um herói guerreiro do seu povo e herdeiro legítimo do trono de Akielos, mas quando seu meio-irmão toma o poder, Damen é capturado, despojado de sua identidade e enviado para servir ao príncipe de uma nação inimiga como um escravo de prazer.

A trilogia é um grande sucesso no exterior. Príncipe Cativo deve chegar ao Brasil ainda no primeiro semestre desse ano.


Notícias | Liberado dois teasers da 2B de Shadowhunters


Para alegria dos fãs, ontem (18/02) a freeform liberou dois teaser sobre o que podemos esperar dessa segunda metade da temporada de Shadowhunters. O primeiro vídeo vemos Jace revelando a Clary que não é seu irmão, já no segundo mostra que a confiança será algo importante no caminho dos personagens. 

Shadowhunters volta em 06 de Junho na Netflix.

Confira Teasers abaixo:

"Eu não sou seu irmão" 



"Precisamos confiar uns nos outros" 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Resenha | Anjo Mecânico - Cassandra Clare - Livro 1




Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 392
Avaliação:
      


Se você gostou de "Os Instrumentos Mortais", vai amar Anjo Mecânico!

O livro que inicia a série "As Peças Infernais" traz um ar ainda mais sombrio para o universo dos caçadores de sombras. A história conta acontecimentos passados antes dos Instrumentos Mortais e personagens memoráveis como Magnus Bane e Camille Belcourt também complementam a narrativa. A protagonista Tessa Gray (nome já conhecido para quem leu Os Instrumentos Mortais) encontrasse aprisionada pelas Irmãs Sombrias que utilizam seu poder a mando de alguém que se esconde pelo nome de Magistrado. Logo Will Herondale e Jem Carstairs localizam a jovem, salvando-a e levando-a para o Instituto de Londres. 

Estava extremamente curiosa para começar essa nova trilogia, pois alguns leitores diziam que a série era muito melhor que a primeira, que se lesse "Os Instrumentos Mortais" teria muitos spoilers das "Peças Infernais"... Enfim eles estavam certos! Ambas as séries possuem a sua característica marcante de ter uma mulher forte como protagonista e em alguns aspectos são bem similares, mas o que diferencia é que mesmo que Tessa esteja descobrindo sua verdadeira identidade como Clary, ela é enganada, torturada e o sofrimento se estende ao longo do livro intensificando a cada ação da personagem. 

Tessa possui muito amor dentro de si, esse amor a move e a faz ser vista. Ela acredita fielmente em seu irmão mesmo ele dando sinais de falta de caráter, quer entender seus pais mesmo depois de descobrir que é uma feiticeira com um dom extraordinário, um segredo que lhe foi escondido por toda vida. Will não é nenhum cavalheiro gentil, mas ela se apaixona esperando ver seu outro lado. Tessa tem garra, esperança e força qualidades que precisa para acreditar que mesmo contra todas possibilidades haverá um caminho melhor a seguir. Com toda essa determinação fica quase impossível não se encantar pela protagonista. 

Em Anjo Mecânico o submundo é melhor explorado, mesmo com a ameça de Magistrado o foco é o desenvolvimento de Tessa Gray, ela é um verdadeiro mistério para os caçadores de sombras que desconhece a existência de alguém com seu dom. Tessa pode se transformar em qualquer pessoa, e não possui marca de feiticeira, fugindo dos padrões. Não há respostas nem mesmo no Códex dos Caçadores de Sombras, livro que aparece bastante neste volume. Todos esses aspectos guiam o leitor pela curiosidade, avançando rapidamente para as próximas páginas.

Não vou dar spoilers, mas a revelação no vilão é certamente um ponto de impacto da história. Sem falar que o irmão de Tessa, Nate tem uma grande parcela de culpa em tudo que envolve sua irmã, é lamentável. Ainda temos as criaturas mecânicas, verdadeiras aberrações. Por fim vemos que Jem Carstairs não era o único a ter segredos, já que fica evidente que Will Herondale também possui algo sigiloso que guarda a sete chaves. Enfim, Anjo Mecânico eleva o nível de mistério, reviravoltas, surpresas, conflitos e envolvimentos sentimentais. Uma vez iniciada a leitura não tem como parar, então Príncipe Mecânico, aí vou eu! #Recomendo



Notícias | Jojo Moyes encerrará história de Louisa Clark em terceiro livro


Sim, leitores nossa querida e amada Jojo formou sua primeira trilogia!

O fenômeno literário que começou com “Como eu era antes de Você” conquistando milhares de leitores, repetindo o sucesso com sua emocionante adaptação, seguindo os recordes de vendas com o segundo livro “Depois de Você” ganhará o encerramento em seu terceiro livro, completará a trilogia que narra à trajetória de Louisa Clark.

Em entrevista Jojo Moyes disse:
“ Eu sempre soube que ao escrevera sequência de Como eu era antes de Você  , eu também deveria escrever um terceiro livro; Eu vi que estava claro que essa seria uma trilogia. Retornar a Lou foi divertido, eu a levei a um novo país, um novo mundo, e uma casa repleta de segredos. Com seu senso de humor e lado emocional ela precisa perguntar a si mesma algumas perguntas fundamentais – e por fim, a qual lado do atlântico ela pertence?”

Como não ficar empolgado (a) com uma notícia dessas?

É, parece que vou ter que incluir uma nova trilogia no meu tópico de séries. 
Curioso (a)? Aqui no Paraíso dos Livros, você encontra as resenhas dos dois primeiros livros da trilogia.

Jojo Moyes estará no brasil para participar de eventos no dia 08 no Rio de Janeiro e dia 09 em São Paulo. Os encontros serão restritos a 200 fãs cada um. A escritora irá autografa seus livros na livraria Saraiva. 


Curiosidades | Você sabia? Ator brasileiro Henry Zaga está no elenco de “Os 13 Porquês”



A série que não sai da boca da galera, rendendo assunto nos últimos dias possui um integrante brasileiro em seu elenco. Henrique Gonzaga é brasiliense e tem conquistado seu espaço nos Estados Unidos. Após o vestibular o jovem queria estudar em algum lugar que priorizasse as artes. Em 2013 acabou indo para Los Angeles, mesmo com a falta da família se adaptou. Henry Zaga já participou do elenco de Teen Wolf onde interpretou Josh Diaz. Em “Os 13 Porquês”, ele vive o papel de Brad, namorado do personagem Tony que tem grande importância na história de Hannah Baker.

Já assistiu a nova série da Netflix? O que achou da interpretação do rapaz?

Brad e Tony em "Os 13 Porquês"






Notícias | Shadowhunters pode ter 3° Temporada


Segundo o site SpoilerTV a série Shadowhunters que está em seu hiato, terá sim sua 3° Temporada. 
Ainda não há confirmação dessa informação pela freeform sobre a renovação da série, mas este boato já está deixando os fãs muito felizes. Alguns telespectadores, também leitores das obras de autora Cassandra Clare seguiam a adaptação, mas com as diversas mudanças alguns preferiram parar de acompanhar a trama. 

Com isso a segunda temporada teve uma baixa de 27% em sua audiência comparada a primeira e muitos acreditavam que a série seria cancelada.
Espero que a notícia do site SpoilerTV se confirme, pois mesmo com as mudanças estou gostando muito da adaptação e seria uma pena o cancelamento, então vamos aguardar. 
Shadowhunters volta para a telinha/Netflix dia 05 de Julho completando a 2° temporada com mais 10 episódios.





quinta-feira, 13 de abril de 2017

Citações do livro "Anjo Mecânico" (43)


" Entre dois mundos a vida paira como uma estrela,
Entre noite e aurora, sobre a linha do horizonte.
Quão pouco sabemos do que somos!
E menos ainda do que podemos ser!
- Lord Byron, " Don Juan" - Pág. 33

" De repente ouviu a voz da tia Harriet na cabeça: Quando encontrar um homem com quem queira se casar, Tessa, lembre-se disto: sabera que tipo de homem ele é não pelas coisas que ele diz, mas pelas que faz." - Pág. 35

" Amor, esperança, medo, fé - isso faz a humanidade;
Esses são seu sinal, registro e carácter.
- Robert Browning, " Paracelsus" - Pág. 49

" Tessa virou a cabeça. Havia algo terrivelmente invasivo no fato de esta estranha ter lido seus pensamentos mais particulares, todos os sonhos, esperanças e medos que despejara no papel achando que ninguém jamais leria. Seus olhos ardiam, anunciando as lágrimas, mas ela as conteve à força furiosa consigo mesma e com tudo mais." - Pág. 54

" - Eu... - Tessa respirou fundo. Quando as Irmãs Sombrias me contaram sobre meu poder, pensei que estivessem loucas. Disse a elas que tais coisas não existiam. Depois achei que estivesse presa em alguma espécie de pesadelo em que elas existiam. Mas então o sr. Herondale apareceu, e sabia sobre mágica, tinha uma pedra brilhante, e pensei, aí está alguém que talvez possa me ajudar." - Pág. 57

" Era sempre do mesmo jeito: nada no começo, seguido pela faísca de alguma coisa no fundo da mente, como alguém acendendo uma vela em um quarto escuro. Foi na direção da luz, como as Irmãs Sombrias havia ensinado. Era difícil se libertar do medo e da timidez, mas já tinha repetido o processa vezes o suficiente para saber o que esperar. a ânsia de tocar a luz no centro da escuridão; a sensação da luz e do calor envolvente, como se estivesse puxando um cobertor, algo espesso e pesado em torno de si, cobrindo cada camada da própria pele, e em seguida a luz brilhando e a cercando...Estava dentro. Dentro da pele de outra pessoa. Na mente de alguém." - Pág. 67


" - Sempre se deve ter cuidado com livros - disse Tessa -, e com o que está dentro deles, pois as palavras têm o poder  de nos transformar." - Pág. 79


" - Pulvis et umbra sumus. Uma frase de Horácio. Somos pó e sombras. Adequado, não acha? - disse Will. - Não é uma vida longa, a que se leva matando demônios; tende-se a morrer cedo e então queimam nossos corpos. Do pó ao pó, literalmente. E então desaparecemos nas sombras da história, nem uma marca na página de um livro mundano para lembrar que sequer existimos um dia.
Tessa olhou para ele. Estava com um olhar que ela achou estranho e cativante - aquele encantamento que nunca sumia do seu rosto, como se ele achasse tudo no mundo ao mesmo tempo infinitamente engraçado e trágico." - Pág. 81


" Nada somos além de peças em Seu jogo de xadrez
Sobre esse tabuleiro de noites e dias
Move-nos para lá e para cá, nos põe em xeque e destrói.
- The Rubaiyat of Omar Khayyam" - Pág. 133


" - Algumas pessoas dão mais valor a sentimentos do que a diamantes..." Pág. 146

" Frutos caem, o amor morre e o tempo passa;
Tu és alimentada com fôlego eterno,
E ainda viva após uma infinita mudança,
E renovada após os beijos da morte;
De abatimentos reacendeu e recuperou-se,
De prazeres inférteis e impuros,
Coisas monstruosas e infrutíferas, uma lívida
E venenosa rainha.
Algernon Charles Swinburne, "Dolores" - Pág. 148


" - Você tem um poder de valor incalculável. Não precisa pedir nada a ninguém. Não precisa depender de ninguém. Você é livre, e essa liberdade é um dom." - Pág. 166


" - Às vezes, quando tenho que fazer alguma coisa que não quero, finjo ser personagem de algum livro. É mais fácil saber o que eles fariam." - Pág. 189

" - Isso a espanta? - Perguntou Magnus.
- Pensei que vampiros não pudessem tocar em objetos sagrados.
- Depende do vampiro: há quanto tempo está vivo, que tipo de fé tem." - Pág. 198

" - Já foram criados autômatos capazes de escrever poemas, desenhar paisagens...mas apenas aqueles que foram direcionados a criar. Não possuem qualquer criatividade ou imaginação individual. Animado por energia demoníaca, no entanto, um autômato teria alguma quantidade de pensamentos e vontades. Mas qualquer espírito ligado seria escravizado. Se tornaria inteira inevitavelmente obdiente a quem quer que tivesse feito a ligação." - Pág. 201

"Os olhos do feiticeiro refletiam luz como os de um felino enquanto examinava o recinto. - Olhe para ele. O rosto de um anjo mau e olhos como o céu noturno no inferno. É muito bonito, e vampiros gostam disso. Não posso dizer que me desagrade. - Magnus sorriu. - Cabelos pretos e olhos azuis formam minha combinação favorita." - Pág. 203

" Não ouso tocá-la sempre, temendo que o beijo
Deixe meus lábios queimados. Sim, Deus, um pequeno êxtase
Breve êxtase amargo, que se tem por um grande pecado;
Porém sabeis quão doce é o sabor ofertado.
- Algernon Charles Swinburne, " Laus Veneris" - Pág. 228

" Certamente seria maravilhoso se todos nós soubéssemos exatamente quem somos. Mas este conhecimento não vem de fora, e sim de dentro. "Conhece-te a ti mesmo", como diz o oráculo. - Jem sorriu. - Me desculpe se isso soa como sofisma. Só estou te passando o que aprendi por experiência própria." - Pág. 234


" - Seja como você for fisicamente - disse ele -, homem ou mulher, forte ou franco, doente ou saudável, tudo isso importa menos do que o que há em seu coração. Se tiver a alma de um guerreiro, você é um guerreiro. Independente da cor, da forma, do tom que a envolve, a chama do lampião permanece a mesma. Você é essa chama. - Ele então sorriu, parecendo ter voltado a si, ligeiramente envergonhado. - É nisso que eu acredito." - Pág. 235

"Tessa rolou de lado, enterrando o rosto no travesseiro. Por tantos anos tinha imaginado como seria - se ele seria bonito, se o amaria, se seria gentil. Nunca tinha imaginado que seria tão breve, desesperado e feroz.E que teria gosto de água benta. Água benta e sangue. (Tessa falando de seu primeiro beijo)" - Pág. 242


" Às vezes somos menos infelizes em sermos enganados por aqueles que amamos que em ouvirmos deles a verdade. - François La Rochefoucauld, "Maxims" - Pág. 243




"- Está querendo dizer que eu não devo oferecer meu coração a um menino que nunca vai gostar de mim...

- Não! disse Sophie. - Há coisas piores do que isso. Não tem problema amar alguém que não a ame, contato que seja digno do seu amor. Contato que mereça. " - Pág. 245



" - Às vezes - disse Jem -, nossas vidas mudam tão depressa que a mudança é mais rápida do que nossas mentes e corações. É nessas vezes, acho, quando nossas vidas mudaram mas ainda sentimos falta do tempo anterior, que sentimos a pior das dores. Mas posso te dizer, no entanto, por experiência própria, que você se acostuma. Aprende a viver a nova vida e não consegue imaginar, ou sequer se lembrar, de como as coisas eram antes. " - Pág. 254


" [...] Caçadores de Sombras não se despedem, não antes de uma batalha. Nem desejam boa sorte. É preciso se comportar como se o retorno fosse certo, e não uma questão de sorte." - Pág. 311

" Ele abriu a boca. As palavras estavam lá. Estava prestes a dizê-las quando uma onda de pânico passou por ele. O pavor de alguém que vagando em uma bruma, para e percebe que está a poucos centímetros de um abismo. a maneira como olhava para ele - podia ler o que tinha em seus olhos, percebeu Will. Devia estar escrito com clareza ali, como palavras na página de um livro. Não teve tempo, nem chance, de esconder." - Pág. 366 (Will e Tessa)

"Todos os homens matam a coisa amada,
Por cada um deles isto seja ouvido,
Alguns o fazem com a expressão amargurada,
Alguns uma palavra lisonjeira tendo dito,
Com um beijo o faz o covarde,
Com a espada o que tem coragem"
- Oscar Wilde "The Ballad of Reading Gaol" - Pág. 367


segunda-feira, 10 de abril de 2017

Notícias | Novo teaser de "Os Defensores" revela a data de estréia da série


Após o lançamento de Punho de Ferro a Marvel novamente surpreendeu seus fãs. Um novo teaser de "Os Defensores" foi liberado. Nele vemos Luke Cage, Demolidor, Punho de Ferro e Jessica Jones em um elevador. Mas a curiosidade do vídeo fica por conta do relógio da câmera que marca 08:18:20:17 ou seja 18 de Agosto de 2017 estreia da série na Netflix. 

O quarteto são os protagonistas da produção. Além do lançamento de Os Defensores, a Netflix também lançará em 2017 a série protagonizada pelo Justiceiro.

Confira Teaser abaixo:


Cinebook | Fallen #41


Avaliação:
    

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! 

Com efeito Déjà vu, o filme Fallen não surpreende e tira a curiosidade presente nos livros da série.


Se assim como eu, você foi um leitor que gostou muito dessa série, sabe que a adaptação de Fallen deixa a desejar. O filme se inicia muito semelhante a "Crepúsculo". Luce chegando de carro a sua nova escola, sendo a garota desajustada da vez, incluindo uma cena que um anjo de gesso cai em Luce com Daniel salvando-a, que lembrou muito a cena de Edward Cullen salvando Bella Swan se comparar a maneira que foi gravada.



Em suas obras Lauren Kate, mantém o clima de suspense por cinco livros, mostrando o passado de Lucinda Price e Daniel Grigori aos poucos, e essa é a principal mudança da adaptação. Apesar de seguirem quase fielmente os fatos do primeiro livro da série, fica a sensação que a protagonista está se recordando muito rapidamente de suas outras vidas com e sem auxilio das pessoas a sua volta. Se paramos para analisar o primeiro livro da série, este é o que ela menos se recorda comparado aos outros. Isso acabou deixando o filme previsível até mesmo que aqueles que não tinham conhecimento da história.


Mas por outro lado a mitologia angelical explicada em Fallen ganha seu destaque. Rica em detalhes a sensação é que acabamos de ter uma aula direta da Sword & Cross, onde todos estão cientes dos fatos menos Luce, o que foi bem interessante de ver. A história de Lúcifer desafiando Deus, sendo banido do Paraíso, desencadeado uma cisão entre os anjos que teriam que optar por um lado da força, mostra que Daniel escolheu o amor e assim, ele e seus amigos se tornaram anjos caídos na Terra, dando incio a maldição. Lucinda reencanará a cada 17 anos e morrerá sempre ao primeiro beijo com seu amado, até Daniel enfim escolher um lado.


E assim o conhecido clichê se inicia, Cam surge na história. O triangulo amoroso, a menina e os dois cavalheiros começa. A diferença de "Fallen" é que ambos são anjos, um escolheu seu lado da batalha e outro prefere não fazê-lo. Não há como negar Cam é um dos personagens que se destacaram tanto no livro como na adaptação.



Apesar de seu tempo de tela ser bem menor, que as interações continuas de Daniel e Luce, o jovem consegue fazer valer seu papel. Como se nos segundos que ele aparece fosse um paralelo se abrindo em cena, como um antes e depois de Cam. Porém, o mesmo não acontece com os seguidores de Daniel e Cam. Talvez tenha acontecido só comigo, mas levei um tempo para memorizar quem era quem. Se disser que gravei quem eram Gaby, Trevor, Ronald, Arriane estarei mentindo. 

Mais uma coisa pelo menos continuou igual, a amizade de Penn e Luce. Além do amor que move a história de reencarnações, Fallen também fala muito de amizade e principalmente lealdade. Tanto os demais anjos que preferem seguir o tortuoso ciclo juntamente com Daniel, quanto uma amizade pura e mortal como a dessas duas. Luce se senti perdida ( Mais nos livros que no filme) e seu único refugio seguro é Penn. Uma mortal, humana, com a curiosidade e inteligência tão aguçada quanto Luce. Logo ambas tornam-se parceiras, amigas com objetivos em comum e essa união é bonita de ver. Foi muito comovente ver Penn abraçando Luce em certa cena após um incêndio.

Neste contexto de poucas coisas que foram bem aproveitas versos muitas coisas não foram bem sucedidas, há mais problemas que envolvem esta adaptação. As mudanças e cortes de cena geram um certo incomodo, sendo muito repentinas, além de o fato "Estou nem aí para você, Luce" de Daniel de tornar "Sempre fui apaixonado por você, Luce" não criar a nuvem de magia e romance que envolve o universo dos livros. Mesmo que este comportamento também exista no primeiro volume da série, ele é muito mais sutil, tudo se desenvolve naturalmente, como se realmente já se conhecessem. A impressão do filme é diferente, parece apenas uma adolescente agindo como tal, conhecendo o amor pela primeira vez, nada surpreendente.

Enfim, há boatos que "Tormenta" sequência de "Fallen" já teria sido gravado, mas a pergunta que não quer calar: Será que os produtores continuaram a investir em Fallen após seu desempenho não ter agradado muitos fãs? Bom, há sempre aqueles que gostaram do que viram, então fica difícil saber. Caso o próximo filme realmente venha as telinhas, espero que as falhas desse filme sejam resolvidas e que o suspense volte para o universo da série que é uma das sua características principais e mais marcante. 

Para você que ainda não assistiu a série , Confira o trailer abaixo:

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Cinebook | Os 13 Porquês #40


Avaliação:
     

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! 

Ainda estou tentando me recuperar do final dessa série. Quero uma segunda temporada já senhor Jay Asher, por favor diga que está escrevendo um próximo livro!


A adaptação do livro de Jay Asher que teve estréia no último dia 31 de Março na Netflix vem ganhando muitos seguidores e não é a toa. O livro conta a história de Hannah, uma adolescente que depois de conturbadas polêmicas envolvendo seu nome em seu ambiente escolar, decide por um fim a própria vida. Porém antes de sua morte, ela grava sete fitas cassetes contendo o nome de 13 pessoas que contribuíram para sua fatal decisão. Essas fitas são passadas adiante entre elas, até que todos possam ouvir os motivos da jovem falecida.


Após ler o livro, estava curiosa para ver como o seriado abordaria a vida dos pais de Hannah e como a morte dela impactaria seu antigo ambiente escolar. Como o livro, a série tem a maior parte da história centrada no universo adolescente abordando fatos que poderiam acontecer no mundo real. Vê cada motivo de Hannah sendo explorado foi bem diferente de ler sobre isso, as situações pareciam mais intensas, principalmente em seus "porquês" finais.


Uma mudança perceptível na serie foi o "nono da lista". Semelhante ao livro temos Clay Jensen em conflito consigo mesmo, tentando compreender os acontecimentos de Hannah, mas também buscando entender porque seu nome foi parar nesta lista. No livro a fita de Clay é a 5° - lado A, mas na série sua fita é a 6°, sendo o 11º da lista, por razões compreensíveis. Quando passei no episódio 9 e vi que não era a fita de Jensen, não gostei nem um pouco, mas logo esse "choque" passou pois o episódio 11 foi incrível. Assim como no livro também não consegui parar de assistir a série até a fita de Clay, acredite a curiosidade fará você querer ir para o próximo e próximo episódio, é viciante.

Algo que também foi alterado, sendo uma das cenas mais marcantes na minha opinião, foi a morte de Hannah Baker. Para quem leu o livro a morte dela acontece por excesso medicamentos, na serie eles mostraram sua morte de forma muito mais impactante, transmitindo muito mais dor em sua decisão. Foi drástico e muito forte! 

Ouvi algumas pessoas dizendo que a série seria só mais uma entre tantas com clichês adolescentes, para essas pessoas eu diria que estão erradas. "Os 13 porquês" conta a história de alguém que sofre sem conseguir pedir ajuda. A protagonista pode ser sim uma adolescente, mas sua solidão, sua depressão, isolamento e o bullying sofrido são coisas que poderiam acontecer com pessoas de qualquer idade. Mas, sabemos que infelizmente o suicido juvenil tem aumentado justamente pelo fato de os jovens na maioria das vezes serem as principais vítimas de bullying e os produtores conseguiram transmitir isso de maneira muito realista, explorando muito bem as diversidades de cada situação mostrada. A série conseguiu ser um alerta para futuras gerações, informando os perigos que se esconde por trás do agressor com suas palavras impiedosas e o modo como afeta o intimo de sua vitima. 

Outro ponto interessante foi ver cada integrante da lista ganhando histórias paralelas, além de sua interação com Hannah Baker. Ver como cada um lida com a perda da personagem e como agem quando estão com seus familiares logo em seguida como se a culpa que sentem desaparecesse. Todos estão com medo, pois alguns lutam para esconder o que pensam, mas sabem que uma garota morta não teria porque mentir. As fitas é uma revelação da verdade, uma prova. E Clay entendi isso melhor que ninguém, lutando para que a verdade apareça, afinal não se trata só de Hannah há muitos outros motivos.


Hannah vê sua vida ser despedaçada a cada amizade quebrada, a cada experiência mal sucedida, não é só o bullying que a incomoda, em sua mente, ela sente que fez algo que gerasse tudo isso, mas está claro que não é sua culpa, ela é a vitima. Em contra partida vemos Clay ser um jovem tão seletivo com amizades quanto Hannah, seguindo a mesma linha de pensamentos da jovem mas pelo contrario dela, Clay não se importa com o que as pessoas pensam dele, isso não é importante. Essa segurança Clay versos insegurança de Hannah entre pessoas tão semelhantes é o que faz você refletir se tudo que aconteceu não poderia ter outro final. Mas "Os 13 porquês" fala de fatos que podem acontecer na vida real e situações preconceituosas por vezes são cruéis.

Além do bullying, do suicídio,  do acidente que acaba atingindo também um dos alunos da escola por algo decorrente a atitude de alguém que está nas fitas (ahh esse momento também foi difícil de superar) também temos outro tema polemico mencionado em "Os 13 Porquês", a violência sexual. Primeiro Jessica, depois Hannah foram cenas pesadas, que causaram desconforto. Acredite se você leu o livro, vai gostar ainda menos de Bryce depois que assistir a série.  É algo muito sério, que foi feito de maneira profunda e real. Hannah viveu aquilo, foi o ponto máximo, a gota d'água para sua decisão, é um ponto crucial do livro e com certeza marcou a série também. 

Para finalizar a série também deixou lacunas abertas sobre o destino de alguns personagens. Diferente do livro os pais de Hannah tem conhecimento dos áudios das fitas, Alex mostra que a atitude de Hannah também o agiu drasticamente a ponto de fazer algo que pode ser irreversível. Sr. Potter recebe as fitas de Clay pulando a ordem dos fatores e Bryce que é o "porque" doze acaba descobrindo por Justin das fitas, será que ele será preso? Qual será o destino de Jessica? Será que ela criou coragem e revelou tudo para seu pai? Qual o destino de Clay, Sky e Tony? 

Eu estou torcendo para que tenha uma segunda temporada, por mais que tenham sido 13 episódios de 1 hr, não  foram suficientes para matar toda curiosidade que ainda restou. #Recomendo a série "Os 13 Porquês" com certeza assistiria de novo! Vale a pena conferir! 

Para você que ainda não assistiu a série , Confira o trailer abaixo:


Atividades do Blog