segunda-feira, 10 de abril de 2017

Cinebook | Fallen #41


Avaliação:
    

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! 

Com efeito Déjà vu, o filme Fallen não surpreende e tira a curiosidade presente nos livros da série.


Se assim como eu, você foi um leitor que gostou muito dessa série, sabe que a adaptação de Fallen deixa a desejar. O filme se inicia muito semelhante a "Crepúsculo". Luce chegando de carro a sua nova escola, sendo a garota desajustada da vez, incluindo uma cena que um anjo de gesso cai em Luce com Daniel salvando-a, que lembrou muito a cena de Edward Cullen salvando Bella Swan se comparar a maneira que foi gravada.



Em suas obras Lauren Kate, mantém o clima de suspense por cinco livros, mostrando o passado de Lucinda Price e Daniel Grigori aos poucos, e essa é a principal mudança da adaptação. Apesar de seguirem quase fielmente os fatos do primeiro livro da série, fica a sensação que a protagonista está se recordando muito rapidamente de suas outras vidas com e sem auxilio das pessoas a sua volta. Se paramos para analisar o primeiro livro da série, este é o que ela menos se recorda comparado aos outros. Isso acabou deixando o filme previsível até mesmo que aqueles que não tinham conhecimento da história.


Mas por outro lado a mitologia angelical explicada em Fallen ganha seu destaque. Rica em detalhes a sensação é que acabamos de ter uma aula direta da Sword & Cross, onde todos estão cientes dos fatos menos Luce, o que foi bem interessante de ver. A história de Lúcifer desafiando Deus, sendo banido do Paraíso, desencadeado uma cisão entre os anjos que teriam que optar por um lado da força, mostra que Daniel escolheu o amor e assim, ele e seus amigos se tornaram anjos caídos na Terra, dando incio a maldição. Lucinda reencanará a cada 17 anos e morrerá sempre ao primeiro beijo com seu amado, até Daniel enfim escolher um lado.


E assim o conhecido clichê se inicia, Cam surge na história. O triangulo amoroso, a menina e os dois cavalheiros começa. A diferença de "Fallen" é que ambos são anjos, um escolheu seu lado da batalha e outro prefere não fazê-lo. Não há como negar Cam é um dos personagens que se destacaram tanto no livro como na adaptação.



Apesar de seu tempo de tela ser bem menor, que as interações continuas de Daniel e Luce, o jovem consegue fazer valer seu papel. Como se nos segundos que ele aparece fosse um paralelo se abrindo em cena, como um antes e depois de Cam. Porém, o mesmo não acontece com os seguidores de Daniel e Cam. Talvez tenha acontecido só comigo, mas levei um tempo para memorizar quem era quem. Se disser que gravei quem eram Gaby, Trevor, Ronald, Arriane estarei mentindo. 

Mais uma coisa pelo menos continuou igual, a amizade de Penn e Luce. Além do amor que move a história de reencarnações, Fallen também fala muito de amizade e principalmente lealdade. Tanto os demais anjos que preferem seguir o tortuoso ciclo juntamente com Daniel, quanto uma amizade pura e mortal como a dessas duas. Luce se senti perdida ( Mais nos livros que no filme) e seu único refugio seguro é Penn. Uma mortal, humana, com a curiosidade e inteligência tão aguçada quanto Luce. Logo ambas tornam-se parceiras, amigas com objetivos em comum e essa união é bonita de ver. Foi muito comovente ver Penn abraçando Luce em certa cena após um incêndio.

Neste contexto de poucas coisas que foram bem aproveitas versos muitas coisas não foram bem sucedidas, há mais problemas que envolvem esta adaptação. As mudanças e cortes de cena geram um certo incomodo, sendo muito repentinas, além de o fato "Estou nem aí para você, Luce" de Daniel de tornar "Sempre fui apaixonado por você, Luce" não criar a nuvem de magia e romance que envolve o universo dos livros. Mesmo que este comportamento também exista no primeiro volume da série, ele é muito mais sutil, tudo se desenvolve naturalmente, como se realmente já se conhecessem. A impressão do filme é diferente, parece apenas uma adolescente agindo como tal, conhecendo o amor pela primeira vez, nada surpreendente.

Enfim, há boatos que "Tormenta" sequência de "Fallen" já teria sido gravado, mas a pergunta que não quer calar: Será que os produtores continuaram a investir em Fallen após seu desempenho não ter agradado muitos fãs? Bom, há sempre aqueles que gostaram do que viram, então fica difícil saber. Caso o próximo filme realmente venha as telinhas, espero que as falhas desse filme sejam resolvidas e que o suspense volte para o universo da série que é uma das sua características principais e mais marcante. 

Para você que ainda não assistiu a série , Confira o trailer abaixo:

2 comentários:

  1. Oie!

    Eu não li Fallen, nem tenho com que comparar, mas, me irrita isso de o filme querer mostrar rápido demais o que leva um tempão no livro. Me lembrei quando assisti ao segundo filme do Percy Jackson, em menos de meia hora de filme é revelada uma profecia que levou quatro livros e meio para o leitor conhecer, rs. Enfim, gostei muito. E estou esperando por mais Cinebook de Diários do Vampiro, hein?

    Beijoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Cecy,

      Bem isso, é triste pois isso acaba prejudicado as bilheterias e futuras continuações. Não esqueci Cecy, estou assistindo várias séries, tenho que me concentrar em Diários do Vampiro para continuar a saga no Cinebook. Em breve falo sobre a segunda temporada.

      Beijo :)

      Excluir

Atividades do Blog