quinta-feira, 13 de abril de 2017

Citações do livro "Anjo Mecânico" (43)


" Entre dois mundos a vida paira como uma estrela,
Entre noite e aurora, sobre a linha do horizonte.
Quão pouco sabemos do que somos!
E menos ainda do que podemos ser!
- Lord Byron, " Don Juan" - Pág. 33

" De repente ouviu a voz da tia Harriet na cabeça: Quando encontrar um homem com quem queira se casar, Tessa, lembre-se disto: sabera que tipo de homem ele é não pelas coisas que ele diz, mas pelas que faz." - Pág. 35

" Amor, esperança, medo, fé - isso faz a humanidade;
Esses são seu sinal, registro e carácter.
- Robert Browning, " Paracelsus" - Pág. 49

" Tessa virou a cabeça. Havia algo terrivelmente invasivo no fato de esta estranha ter lido seus pensamentos mais particulares, todos os sonhos, esperanças e medos que despejara no papel achando que ninguém jamais leria. Seus olhos ardiam, anunciando as lágrimas, mas ela as conteve à força furiosa consigo mesma e com tudo mais." - Pág. 54

" - Eu... - Tessa respirou fundo. Quando as Irmãs Sombrias me contaram sobre meu poder, pensei que estivessem loucas. Disse a elas que tais coisas não existiam. Depois achei que estivesse presa em alguma espécie de pesadelo em que elas existiam. Mas então o sr. Herondale apareceu, e sabia sobre mágica, tinha uma pedra brilhante, e pensei, aí está alguém que talvez possa me ajudar." - Pág. 57

" Era sempre do mesmo jeito: nada no começo, seguido pela faísca de alguma coisa no fundo da mente, como alguém acendendo uma vela em um quarto escuro. Foi na direção da luz, como as Irmãs Sombrias havia ensinado. Era difícil se libertar do medo e da timidez, mas já tinha repetido o processa vezes o suficiente para saber o que esperar. a ânsia de tocar a luz no centro da escuridão; a sensação da luz e do calor envolvente, como se estivesse puxando um cobertor, algo espesso e pesado em torno de si, cobrindo cada camada da própria pele, e em seguida a luz brilhando e a cercando...Estava dentro. Dentro da pele de outra pessoa. Na mente de alguém." - Pág. 67


" - Sempre se deve ter cuidado com livros - disse Tessa -, e com o que está dentro deles, pois as palavras têm o poder  de nos transformar." - Pág. 79


" - Pulvis et umbra sumus. Uma frase de Horácio. Somos pó e sombras. Adequado, não acha? - disse Will. - Não é uma vida longa, a que se leva matando demônios; tende-se a morrer cedo e então queimam nossos corpos. Do pó ao pó, literalmente. E então desaparecemos nas sombras da história, nem uma marca na página de um livro mundano para lembrar que sequer existimos um dia.
Tessa olhou para ele. Estava com um olhar que ela achou estranho e cativante - aquele encantamento que nunca sumia do seu rosto, como se ele achasse tudo no mundo ao mesmo tempo infinitamente engraçado e trágico." - Pág. 81


" Nada somos além de peças em Seu jogo de xadrez
Sobre esse tabuleiro de noites e dias
Move-nos para lá e para cá, nos põe em xeque e destrói.
- The Rubaiyat of Omar Khayyam" - Pág. 133


" - Algumas pessoas dão mais valor a sentimentos do que a diamantes..." Pág. 146

" Frutos caem, o amor morre e o tempo passa;
Tu és alimentada com fôlego eterno,
E ainda viva após uma infinita mudança,
E renovada após os beijos da morte;
De abatimentos reacendeu e recuperou-se,
De prazeres inférteis e impuros,
Coisas monstruosas e infrutíferas, uma lívida
E venenosa rainha.
Algernon Charles Swinburne, "Dolores" - Pág. 148


" - Você tem um poder de valor incalculável. Não precisa pedir nada a ninguém. Não precisa depender de ninguém. Você é livre, e essa liberdade é um dom." - Pág. 166


" - Às vezes, quando tenho que fazer alguma coisa que não quero, finjo ser personagem de algum livro. É mais fácil saber o que eles fariam." - Pág. 189

" - Isso a espanta? - Perguntou Magnus.
- Pensei que vampiros não pudessem tocar em objetos sagrados.
- Depende do vampiro: há quanto tempo está vivo, que tipo de fé tem." - Pág. 198

" - Já foram criados autômatos capazes de escrever poemas, desenhar paisagens...mas apenas aqueles que foram direcionados a criar. Não possuem qualquer criatividade ou imaginação individual. Animado por energia demoníaca, no entanto, um autômato teria alguma quantidade de pensamentos e vontades. Mas qualquer espírito ligado seria escravizado. Se tornaria inteira inevitavelmente obdiente a quem quer que tivesse feito a ligação." - Pág. 201

"Os olhos do feiticeiro refletiam luz como os de um felino enquanto examinava o recinto. - Olhe para ele. O rosto de um anjo mau e olhos como o céu noturno no inferno. É muito bonito, e vampiros gostam disso. Não posso dizer que me desagrade. - Magnus sorriu. - Cabelos pretos e olhos azuis formam minha combinação favorita." - Pág. 203

" Não ouso tocá-la sempre, temendo que o beijo
Deixe meus lábios queimados. Sim, Deus, um pequeno êxtase
Breve êxtase amargo, que se tem por um grande pecado;
Porém sabeis quão doce é o sabor ofertado.
- Algernon Charles Swinburne, " Laus Veneris" - Pág. 228

" Certamente seria maravilhoso se todos nós soubéssemos exatamente quem somos. Mas este conhecimento não vem de fora, e sim de dentro. "Conhece-te a ti mesmo", como diz o oráculo. - Jem sorriu. - Me desculpe se isso soa como sofisma. Só estou te passando o que aprendi por experiência própria." - Pág. 234


" - Seja como você for fisicamente - disse ele -, homem ou mulher, forte ou franco, doente ou saudável, tudo isso importa menos do que o que há em seu coração. Se tiver a alma de um guerreiro, você é um guerreiro. Independente da cor, da forma, do tom que a envolve, a chama do lampião permanece a mesma. Você é essa chama. - Ele então sorriu, parecendo ter voltado a si, ligeiramente envergonhado. - É nisso que eu acredito." - Pág. 235

"Tessa rolou de lado, enterrando o rosto no travesseiro. Por tantos anos tinha imaginado como seria - se ele seria bonito, se o amaria, se seria gentil. Nunca tinha imaginado que seria tão breve, desesperado e feroz.E que teria gosto de água benta. Água benta e sangue. (Tessa falando de seu primeiro beijo)" - Pág. 242


" Às vezes somos menos infelizes em sermos enganados por aqueles que amamos que em ouvirmos deles a verdade. - François La Rochefoucauld, "Maxims" - Pág. 243




"- Está querendo dizer que eu não devo oferecer meu coração a um menino que nunca vai gostar de mim...

- Não! disse Sophie. - Há coisas piores do que isso. Não tem problema amar alguém que não a ame, contato que seja digno do seu amor. Contato que mereça. " - Pág. 245



" - Às vezes - disse Jem -, nossas vidas mudam tão depressa que a mudança é mais rápida do que nossas mentes e corações. É nessas vezes, acho, quando nossas vidas mudaram mas ainda sentimos falta do tempo anterior, que sentimos a pior das dores. Mas posso te dizer, no entanto, por experiência própria, que você se acostuma. Aprende a viver a nova vida e não consegue imaginar, ou sequer se lembrar, de como as coisas eram antes. " - Pág. 254


" [...] Caçadores de Sombras não se despedem, não antes de uma batalha. Nem desejam boa sorte. É preciso se comportar como se o retorno fosse certo, e não uma questão de sorte." - Pág. 311

" Ele abriu a boca. As palavras estavam lá. Estava prestes a dizê-las quando uma onda de pânico passou por ele. O pavor de alguém que vagando em uma bruma, para e percebe que está a poucos centímetros de um abismo. a maneira como olhava para ele - podia ler o que tinha em seus olhos, percebeu Will. Devia estar escrito com clareza ali, como palavras na página de um livro. Não teve tempo, nem chance, de esconder." - Pág. 366 (Will e Tessa)

"Todos os homens matam a coisa amada,
Por cada um deles isto seja ouvido,
Alguns o fazem com a expressão amargurada,
Alguns uma palavra lisonjeira tendo dito,
Com um beijo o faz o covarde,
Com a espada o que tem coragem"
- Oscar Wilde "The Ballad of Reading Gaol" - Pág. 367


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog