quinta-feira, 8 de junho de 2017

Cinebook | Episódio 2x11 - Minha Máxima Culpa (Shadowhunters #Review) #43



Avaliação:     


ATENÇÃO: Este Texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido ao episódio não leia o conteúdo abaixo.


Enfim Shadowhunters retornou, nesta última segunda-feira (05/06) trazendo novos ares para a série. Vi que muitos fãs ficaram muito chateados, mas ao meu ver isso ocorreu porque como já havia comentado aqui no blog em postagens anteriores, a série já vinha dando sinais que estava a cada dia se afastando da história original dos livros. Sou fã dos livros, amo as obras de Cassie, mas a série precisa ter algumas reviravoltas. Lógico que quero ver os pontos principais do livro como qualquer fã, mas também quero ver como a adaptação pode evoluir por conta própria.



Em "Minha Máxima Culpa" temos muitos fatos novos e surpreendentes. O episódio se inicia com um treino entre Alec e Jace onde ambos conversam sobre a revelação de Valentim. Agora que Jace sabe que não é irmão de Clary, o caminho estaria livre para procurar sua amada correto? Pelo menos assim pensa seu parabatai Alec. Mas Jace sabe o quanto Clary sofreu nos últimos tempos e quer poupa-la, nobre da parte dele não querer atrapalhar a relação dela e Simon, porém Valentim encontra um meio de obriga-lo a falar...Só por ter Alec e Jace juntos na cena de abertura Shadowhunters já começou muito bem na minha opinião. Dominic Sherwood (Jace) e Matthew Daddario (Alec) fazem juízo ao laço que une seus personagens é bonito de se ver.



Agora que Jace já não é mais um Wayland, Lightwood ou Morgenstern a série precisa revelar sua verdadeira origem...então a inquisidora Imogen Herondale voltou para telinha de Shadowhunters! ( O que me deixou imensamente feliz!). Apesar de não ter menção sobre sua família dela neste episódio, onde assume o lugar de Aldreetree (que está prestando contas em Idris) para julgamento de Valentim, ainda sim, o fato dela estar presente mostra que a história da família Herondale será desenvolvida em breve, logo teremos muito mais informações sobre Jace.


Lembram de um vídeo spoiler de Dominic Sherwood (Jace), dizendo para não acreditar em tudo que a Clave fala, pois é, a inquisidora comenta que a Clave está com a Espada Alma, porém não pode utiliza-la para interrogatório de Valentim por Clary ter a danificado com a nova runa, estranho, não?


Então os demônios ganham forma humana. 

Azazel, Demônio Maior, mais conhecido como um dos príncipes do inferno tendo proximidade com Asmodeus pai de Magnus Bane (pelo menos nos livros) também teve grande destaque neste episódio, possuindo até uma cena individual. Alec procura Magnus relatando os fatos ao amado, mostrando uma coleta de uma areia que só tem em Dudael (profundezas do Inferno) e mesmo que Magnus não diga qualquer fato que relacione Azazel a seu pai, o feiticeiro diz:

" - Como ele se soltou? Ele está algemado à séculos."




Sendo assim podemos deduzir que Magnus tem consciência sobre o demônio e sobre quem o aprisionou. Que venha muitos e muitos fatos do passado de Bane, estarei aguardado ansiosa por estes momentos.


Como acontece frequentemente os irmãos Lightwood roubam a cena, quando Alec protege o segredo da irmã, cuidando dela em sua enfermidade. Porém Izzy surta completamente por abstinência por yin fen, indo atrás de Rafael na primeira oportunidade, o atacando em seguida. Pensava que essa fase da Izzy tinha se encerrado no décimo episódio...enfim seu antigo "status" está de volta para que Sebastian seja apresentado a série. E pela primeira vez os produtores conseguiram acertar em algo ao tirar o colar que identifica demônios de cena, sendo danificado por Azazel. Ponto para vocês, já que não teria como Izzy ficar perto de Sebastian sem ativa-lo.


É seguro afirmar que o melhor momento deste episódio foi a aparição de Sebastian. Will Tudor dominou o papel, dando um show de interpretação, sendo possível ver a instabilidade de humor de seu personagem apenas pela sua expressão facial e corporal. Sebastian entrou na série como um grande caçador de sombras, aparentemente muito bom, disposto a ajudar, porém também vimos traços de sua outra face ao ficar vidrado, observando sua mão queimar no fogo, virando-se rapidamente para falar com Isabelle. Esse misto de gentileza e estranheza mostrou que o misterioso e enigmático Sebastian veio para ficar.



Há também um breve desenvolvimento sobre Simon ser um Diuno. Maia (que está muito melhor)  o aconselha a não se exibir para os outros submundanos o que pode ser perigoso. Simon também fala com Maureen ao telefone, será que ela volta? (Algo me diz que sim!)

Apesar de ter dado cinco estrelas para "Minha Máxima Culpa" por ter gostado muito do episódio de modo geral, devo admitir que uma única coisa que me incomodou, foi o fato de Alec, Jace ainda seguirem as vontades de Clary e a série ter a necessidade de explicar ao público o que vai acontecer. Ficou algo fora de sentido para dois caçadores de sombras tão experientes. 

Assim que Alec e Magnus encontram o colar quebrado de Izzy, era obvia a conclusão que ambos teriam que Azazel estava com ela em seu domínio, porém apesar de a sequência evoluir rapidamente entretendo o telespectador ainda sim, fica claro que novamente vão seguir Clary, simplesmente por não tentarem localizar Isabelle e correrem para Valentim. Ok, a ideia foi de Jace, mas ele não está em seus melhores dias, se sente culpado por tudo que ocasionou para sua raça e o submundo. Quando o assunto é família Alec simplesmente age ou seja também fica instável então Clary é novamente a cabeça do trio, e me pergunto porque produção? 

Na primeira temporada isso era até compreensível, pois esse comportamento de Alec, Jace, Simon e Izzy é similar aos livros, mas agora qual o sentido?

Então Valentim sugere invocar Azazel , usando Magnus e assim localizar Izzy, sendo que podiam usar qualquer outro meio que já vimos na própria série para isso e não fazem, seguem o plano do vilão que é a pessoa menos confiável? Porque gente? Porque Clary resolveu confiar nele? Ficou previsível que algo daria muito errado, principalmente quando Clary teria que usar sua runa solar para deter Azazel. 

Mas essa cena acaba sendo salva pela forma como colocaram o poder angelical de Jace em evidência, além dos efeitos visuais que estão bem melhores. Nos livros Jace é mais forte, mais rápido porém não é algo tão visual como os dons de fazer novas runas de Clary. Mesmo tendo errado claramente na sequência até chegar essa cena, tiveram a felicidade de acertar ao fazer Jace olhar para sua runa a ativando com seus olhos dourados, isso sempre será memorável para série de TV. 

O episódio termina com Alec sendo carinho com Magnus sem perceber que é Valentim, Izzy finalmente ligando para avisar que está bem retornando ao Instituto em breve, Jace e Clary tendo uma conversa promissora para o futuro de #Clace e com Magnus e Valentim trocados de corpos.

Sei que muitos fãs não curtiram, mas foi a parte que mais gostei. Além de dar movimento para Valentim que ficaria parado na série agora que está preso, ainda conseguiram colocar uma vulnerabilidade pouco vista em Magnus em destaque: Ele sempre está disposto a ajudar todos mais e quando ele está com problemas quem o ajuda? Harry Shum Jr (Magnus) e Alan Van Sprang (Valentim) são excelentes atores, não sei quem teve está brilhante ideia mas gostei muito! Bom, veremos no próximo episódio como tudo se desenvolve, estou super curiosa! 

Espero que Shadowhunters tenha muitos episódios e temporadas pela frente. Sei que acaba sendo negativo a produção continuar a surpreender os leitores (que fazem inúmeras comparações aos livros, odiando quase tudo a cada episódio e os desagradado em alguns pontos), mas por outro lado acredito que seja positivo dar movimento, ação a série com fatos imprevisíveis. Assim conseguiram conquistar as pessoas que somente assistem a série de TV. Afinal, não tem como deixar todos felizes, mas pelo menos #Shadowhunters está no ar, então vamos curtir.


Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix.

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog