segunda-feira, 7 de maio de 2018

Resenha | A Outra Face - Sidney Sheldon



Autor: Sidney Sheldon
Editora: Record
Páginas: 239
Avaliação:
      


Judd Stevens é um psicanalista bem sucedido que tem sua rotina modificada após a morte repentina de um de seus pacientes. Para polícia, Judd pode ter ligação direta com o caso, já que no momento fatídico, seu paciente tinha saído recentemente do consultório e usava a capa de chuva de Judd. A situação se agrava quando a recepcionista dele é morta cruelmente em seu local de trabalho, fazendo o psicanalista se tornar o principal suspeito de ambos os crimes. 

Apesar do protagonista ser alguém que analisa perfis, Judd leva seu próprio tempo para juntar as peças do quebra-cabeça. Não é uma tarefa fácil para ele já que a polícia acredita cada segundo menos em sua inocência e aparentemente junta provas que parecem incriminá-lo mais. É uma corrida contra o relógio, e essa adrenalina prende e cativa o leitor.

Por outro lado, Judd insisti em vários momentos que não entregará nenhum documento relacionado a seus pacientes, pois possuí um código de ética profissional a zelar, não ajudando na investigação. Este fato atrapalha o psicanalista, além de deixá-lo em saia justa por vezes. Mesmo que o motivo seja aceitável, mostrando que o personagem tem caráter e procura sempre fazer as coisas da maneira mais correta possível, também se torna algo irritante, já que não contribui para solução e evolução do caso ao qual ele mesmo está sendo acusado.

O livro cativa, envolve e traz personagens suspeitos que parecem ter dupla personalidade, faz o leitor participar da investigação junto com os policiais e buscar as pistas com Judd. Cada peça, cada degrau, vale muito, isso é super interessante e empolgante. Esse é o terceiro livro do autor que leio e cada livro, Sidney traz uma maneira nova de enxergar o crime. Geralmente "o assassino" é revelado nas páginas finais, gerando o impacto já conhecido pelos fãs de Sheldon, mas em "A outra face" não se trata apenas de quem é o assassino e sim, de como você vê as provas e como toda a situação fantasma envolvendo Judd o faz mudar como pessoa ao longo da jornada. Até que ponto você conhece seu verdadeiro interior? Essa é a grande questão respondida ao final do livro. 

A luta contra o tempo e sobrevivência de Judd envolve, choca com seus crimes brutais, traz questões a serem refletidas sobre a complexidade da mente humana e ainda possui um final surpreendente. Enfim, Sidney Sheldon continua me conquistando. #Recomendo


Nenhum comentário:

Postar um comentário