quinta-feira, 23 de junho de 2016

Cine Book | Como eu era antes de Você #24


Avaliação:
      

"Como eu era antes de você" é simplesmente o meu livro favorito, logo criei grande expectativa quando soube que o filme seria feito e que a autora Jojo Moyes, participaria parcialmente da produção. Neste último final de semana assistir o filme e sim, gostei do que vi. Mas sabe aquela velha frase que diz: "O livro é sempre melhor que o filme." Então, isso acontece com esta adaptação.

Para quem não leu o livro tenho certeza que irá se emocionar, rir e até mesmo chorar com trama, já que o filme atende muito bem seu propósito. Porém para quem leu, perceberá que as histórias paralelas a Lou e Will foram tiradas para melhor envolver o público. Isso é um dos pontos positivos, fazendo que a tetraplegia ganhe seu devido destaque semelhante ao livro, sendo mostrada seriamente com todos desafios e dificuldades sofridos por um cadeirante.

O acidente de Will é algo que fica subentendido e quando Lou aparece em cena sendo demitida do café, fica previsível que a vaga na casa dos Traynor, para cuidadora de um tetraplégico se trata de Will. Sem surpresas, o filme seguirá o livro até a arrogância de Will por Lou se tornar uma grande amizade.

Amizade, a qual é constituída através de muitas cenas engraçadas, tirando boas risadas do público. Lou consegue ser visualmente a alegria que falta em Will, com suas roupas coloridas, seu jeito simples de ver a vida e sua maneira doce de tentar compreender as dores de todos ao seu redor.

Outro ponto em destaque é a fragilidade da saúde de Will. Quando seu enfermeiro Nathan, exibe a tabela de remédios e procedimentos para Lou, indicando todos os cuidados e deveres a serem feitos em sua ausência, começa uma sequência de cenas, revelando situações reais que um paciente nestas condições, poderia passar. Algo pouco visto até então em filmes de cadeirantes. É notável, que os produtores se empenharam para colocar nas telinhas, todo o cuidado que autora teve no livro ao criar Will.



O Melhor de Will Traynor
Ensinando lições de vida para Lou


O autor Sam Claflin, não decepcionou em sua interpretação como Will Traynor e arriscaria dizer que foi uma das suas melhores. Apesar de ser conhecido no mundo das adaptações e ter participado de diversos filmes recentes (O que poderia ser algo ruim, fazendo o publico continuar apegado a outro papel que tenha feito) ainda sim, ele consegue surpreender pelo seu difícil desempenho em cena, dando conta do recado.

A medida que o filme avança temos a sensação que Lou está conseguindo proporcionar os melhores momentos para Will, onde ele possa encontrar algo que o faça querer viver após o acidente. Porém é Will que está salvando a vida de Lou na verdade, fazendo-o sair de sua zona de conforto e pensar mais para si. Will é alguém totalmente sincero e altruísta até mesmo em questões de amor. O que torna o romance ainda mais lindo!

E para aqueles que esperaram vê os sábios conselhos de Will nas telinhas, saiba que há muitas deles no filme. Assim como no livro, Will consegue ser um personagem cativante e emocionante.

A única crítica que tenho a fazer é em relação a "eutanásia". A sensação que tive ao assistir o filme é que tentaram suavizar os acontecimentos finais para manter o aspecto romântico da trama, tirando a seriedade do assunto. Parecia que Lou lidou muito bem com tudo que ocorreu, mostrando-se até mesmo feliz. No livro senti totalmente o oposto e talvez por isso, ele tenha sido mais emocionante e tocante para mim. Parecia muito mais real todo drama e tristeza da personagem. Acredito que por essa razão tenha me decepcionado um pouco com o final do filme.




Enfim de modo geral, gostei muito do filme e indico para todos os apaixonados por boas histórias.

" É isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Desde o dia que chegou, com suas roupas ridículas, suas piadas ruins e sua total incapacidade de disfarçar o que sente. Você mudou a minha vida muito mais do que esse dinheiro vai mudar a sua. [...] Não pense muito em mim...Apenas viva bem. Apenas viva. - Will Traynor "



Confira Trailer legendado abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário