quinta-feira, 14 de abril de 2016

Cinebook | Episódio 13 - Estrela da Manhã #22


Avaliação:
     

Juntando todos os núcleos para um último episódio, diria que foi um belo fechamento para as lacunas que ficaram abertas durante a temporada, porém novos fatos deixarão a dúvida: "O que vem agora?"

Logo de inicio vemos Jace e Clare discutindo sobre suas diferentes criações. Um Jace visualmente perturbado, rancoroso é mostrado em cena. Todas as atitudes do personagem ao logo do episódio, pela primeira vez na temporada ganharam características mais próximas dos livros, talvez pelo fato de ele estar agindo sem a sombra de Clary ao seu lado, isso tenha ajudado para este resultado.

Como havia mencionado na postagem anterior (Malec #20) Maryse assumirá o papel de Robert Lightwood (seu marido) na série, não aprovando seu relacionamento com Magnus. O que faz muito sentido já que a personagem tem mais destaque dos livros, porém o que a incomoda não é a homossexualidade do filho e sim o fato de Magnus ser um feiticeiro de reputação leviana. Durante a cena da conversa com seus pais, mesmo Alec estando disposto a tirar suas próprias conclusões sobre Magnus, é perceptível a importância da opinião de seus familiares na sua vida. Como se isso não fosse problema suficiente, Camille reaparece...Já dá para sentir que problemas estão chegando no paraíso de #Malec.

Falando em Camille, toda a sequência no Hotel Dumort, envolvendo o resgante da personagem foi algo sem sentido na minha opinião, afinal o "livro branco" poderia já ter aparecido em outro momento tendo relação com Ragnon Fell. Acredito que os produtores já tenham algo em mente e por esta razão fizeram a "dama noturna" voltar na  trama final. Ao beijar Magnus, a personagem trouxe para o episodio todo o questionamento de #Malec sobre imortalidade presente apenas no livro quatro da série "Cidade dos Anjos Caídos" (Livro no qual a personagem de fato tem destaque). No mesmo, Camille também tenta negociar sua liberdade, e neste episódio ela também a faz ao pedir uma "declaração de transmutação". Foi uma boa referência. 

Agora falando de modificações bem vindas, ver Valentim pegar o cálice mortal e usar para criar mais Caçadores de Sombras ao invés de demônios como em "Cidade das Cinzas" (livro 2) amplificou o seu poder como vilão, foi perfeito. A ideia de um anel ser a ligação de Jace a Valetim e não um pedaço de portal como nos livros, também foi uma grande jogada da produção. Gostei.

No episódio o destino de Hodge Starkweather, fica mais claro que nos livros. Quando o capturam, Luke diz a seguinte frase:

" Tem um calabouço em Idris esperando por você"

Isso já indica mais modificações dos livros, já que o personagem fica desaparecido, retornando em um dos momentos cruciais da série. A menção a Idris também não é algo que passa despercebido, quando esta primeira temporada teve elementos de "Cidade dos Ossos" e "Cidade das Cinzas" é natural  pensar que "Cidade de Vidro" é o próximo passo.

Mas calma, não tão rápido...Quando nossos Shadowhunters enfim encontram o "livro branco" Valentim os encontra e novamente vemos uma demonstração de sua total inteligência e planejamento. Persuadindo Jace a ceder sobre sua vontade. Essa cena foi um divisor de águas entre série x os livros, pois após a mesma não temos nenhuma base do que vai acontecer com Jace agora. Será uma verdadeira surpresa para os telespectadores quando a série voltar.

Outro ponto chave deste último episódio da 1° Temporada, foi: Jocelyn finalmente desperta! Simplesmente emocionante de ver! 

Nos livros ela acorda no final de "Cidade das Cinzas", não quero dar mais spoilers, porém ela "resolve o mistério de um famoso incesto", então a pergunta que não quer calar é: 

"Se Jocelyn já acordou de seu transe, qual será o novo motivo para Clary ir para Idris? Afinal seu motivo era encontrar o livro branco e despertar sua mãe, se isso já aconteceu como os produtores faram para abordar a guerra em Idris e sua ida?" 

Tudo indica que a próxima temporada terá um foco maior em Jace, Simon e Idris principalmente, pois a referência clara a isso, é um certo "Navio" cheio de novos shadowhunters que apareceu no final do episódio... Mesmo sem sabemos para onde ele está indo, para aqueles que leram "Cidade de Vidro" já ficam empolgados com a possibilidade de um certo combate e a chegada de Sebastian, não é mesmo? 

Estou curiosa!  Oito mês é muito tempo para esperar! 

E você, o que espera ver na segunda Temporada de Shadowhunters? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog