terça-feira, 25 de agosto de 2015

Cine Book | O Melhor de Mim #13



Avaliação:     

O livro "O melhor de Mim" de Nicholas Sparks é um dos meus favoritos e ocupa a lista de um dos mais emocionantes que já li. O filme não atingiu o ápice das minhas emoções, mas também não me decepcionou. Similar ao livro o filme acontece em dois tempos diferentes, indo e voltando do futuro para o passado.


A história que narra o primeiro amor inesquecível entre os personagens Dawson Coli e Amanda Collier , envolve o telespectador pela maneira doce e evolvente como os fatos são expostos. Amanda é uma jovem de alta sociedade extrovertida e direta, enquanto Dawson vem de uma família desestruturada com diversos decentes criminais que atormentam a sua vida por ele quer ser 
diferente e agir como um bom rapaz. 

Amanda se aproveita para se aproximar de Dawson ao perceber que ele é um excelente mecânico e depois desse primeiro passo ambos começam a se envolver. Após uma briga com o seu pai Dawson foge de casa e abrigasse na oficina de Tuck Hostetler, local que passa a ser o ponto de encontro do casal. Inesperadamente acontecimentos fazem que os jovens se separe, juntando-os apenas vinte anos depois ou melhor vinte e um... "Mais quem está contatando?" 


Quando Tuck, que virou grande amigo e conselheiro de ambos, valesse, ele deixa sua residência como testamento para os dois, curarem assim as feridas feitas pelo tempo que nunca deixam para trás.  

Acredito que as cenas poderiam ter menos idas e vindas sendo contada de uma maneira mais direta, isso beneficiaria o contexto rico de Nicholas Sparks. O fato de cortar inúmeras vezes as cenas entre o futuro e o passado (Apesar de ser exatamente como o livro faz) deixou a dinâmica um pouco comprometida, mais lenta do que o habitual e apesar de não confundir o telespectador acaba ficando um pouco cansativo.


Mais vamos aos pontos positivos, afinal nenhuma das histórias de Nicholas perde em seu romantismo indiscutível, e "O Melhor de Mim" não seria diferente. Simplesmente amei a cena do reencontro dos dois, totalmente sem jeito um com o outro após tantos anos. Foi muito realista. E falando em realidade as falas de Amanda são as melhores. 


Quando Amanda diz, logo após Dawson revelar que ainda é apaixonado por ela:

" Nossa, você não poderia ter ficado gordo e careca, porque continua tão bonito?"


Já nos dá uma breve introdução do que pode acontecer a seguir. Mesmo sabendo que Amanda agora é uma mãe de família casada que acabou de reencontrar seu primeiro amor, esperando que ele também tivesse seguindo em frente, mas ele continua parado no passado de sonhos revelando-a que é a única que amou e ainda ama, então o que fazer? Parece simplesmente inevitável, não?


Enfim, para aqueles que lerão o livro ficaram felizes em saber que o filme segue perfeitamente o livro. Então sim, o final trágico e comovente está representando de uma forma forte e emocionante. O primeiro amor deixa marcas para a vida inteira. Gosta de romances, então assista e apaixone-se com "O Melhor de mim." 






Confira o Trailer Legendado  de "O Melhor de Mim".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog