quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Resenha | Entre o Amor e o Silêncio - Babi A. Sette




Autor: Babi A. Sette
Editora: Talentos da Literatura Brasileira - Novo Séculos 
Páginas: 528
Avaliação:
      



Francesca Wigg é escritora e trabalha como atriz quando tem uma grande decepção amorosa que está diretamente ligada a sua profissão. Mas este não é o único fato que a deixa magoada, a ausência de seu pai sempre foi algo que ela não conseguiu superar. Em uma tentativa de fugir de seus problemas, ela começa a fazer leituras voluntárias para pacientes em coma em um hospital. Porém, o que seria uma ótima oportunidade para ler seu próprio livro, acaba trazendo sentimentos intensos para seu coração. Mesmo em coma o empresário Mitchell Petrucci lhe desperta curiosidade e Francesca se vê apaixonada por alguém que talvez nunca corresponda aos seus sentimentos em plena razão. 

Faz algum tempo desde que li meu último romance, e este livro foi uma verdadeira surpresa. O tenho desde 2014 quando conheci Babi A. Sette na bienal e sempre via nas redes sociais os comentários dos leitores e os novos lançamentos da autora, eu pensava: “Preciso ler este livro!” E que delícia foi embarcar nesta história apaixonante de Francesca e Mitchell!

O livro apresenta vários fatores relacionados a falta. Seja ela de amor, fidelidade, paternidade, companheirismo, lealdade, realizações, objetivos pessoais ou conhecimento. Essa “ausência” se faz presente durante toda a história. O interessante é que temos um livro dentro de outro, isso porque o livro que a protagonista escreve e lê para Mitchell durante o coma também possui o tema como foco. À medida que a trama avança vemos como este sentimento pode abalar internamente o individuo em sua jornada, criando raízes e cicatrizes ao logo da vida que nunca serão esquecidas. 

Tanto no caso de Francie que é abandonada pelo pai, traída pelo noivo Vince, criando um sentimento platônico que a primeiro momento lhe causa mais decepção, quanto no caso de Mitchell que tem uma vida aparentemente sólida com sua magnífica carreira, mas com um passado que ainda lhe causa dor, é possível identificar que mesmo em mundos totalmente opostos, eles se sentem ligados pela solidão que ambos carregam e que ninguém tinha sido capaz de preencher. 

“Entre o amor e o silêncio” não é um romance “fechadinho” onde tudo se encaminha para o “Felizes para sempre”, pelo contrário ele traz conflitos reais de um casal, um envolvimento forte, avassalador como de fato são os relacionamentos que não são apenas sexo e sim alma, e mostra os pensamentos individuais de seus personagens com riqueza de detalhes, possibilitando o leitor imaginar como seria a cena em questão de ponto de vistas diferentes. Não temos apenas a visão de Francesca dos acontecimentos, temos a de Mitchell também, compreendendo os dois lados, isso é muito bacana! 

Sou fascinada por livros que conseguem essa atmosfera de realidade, projetando-se para fora das páginas, fazendo a história não terminar em seu ponto final. Além de ter um protagonista masculino com falhas e erros humanos que qualquer um poderia cometer, tornando-o alguém perfeito no final das contas. Então, nem preciso dizer como me apaixonei por este livro, né? Com certeza irei ler os demais livros da Babi! Para quem curti o gênero de romance, “Entre o amor e o silêncio” é um dos bons! Você não irá se arrepender. #Recomendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog