quarta-feira, 5 de julho de 2017

Cinebook | Episódio 2x14 – Alianças Improváveis (Shadowhunters #Review) #46



Avaliação:    

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido o episódio não leia o conteúdo abaixo.

Quando você pensa que as esperanças se acabaram, Shadowhunters surpreende novamente. Este episódio simplesmente veio para animar o coração dos fãs dos livros que já estavam meio desanimados com a série de TV. O último episódio se inicia com Jace tocando piando (Uma clara referencia aos livros). Sebastian aparece para sondar informações, tentando uma aproximação falando de Valentim, de Maia e até dos sentimentos que Jace nutre por Clary em segredo.  Desconfiado Jace não se abre totalmente, ficando visivelmente intrigado. É Sebastian, não foi dessa vez.

Com Alec Lightwood no comando do Instituto, ele decide criar um comitê com seres do submundo para melhorar as relações com o mundo das sombras (O que não agrada alguns membros do local). Alec também envia Jace e Clary em uma missão para o Corte Seelie, para investigar se a rainha Seelie teve algum envolvimento no atentado da fada Kaelie, segundo Alec a rainha exige que sejam apenas “As Criaturas de Valentim”. Ok, já sabemos aonde os produtores queriam chegar com isso certo? (Beijo na Corte Seelie )

Mas para completar a cena teriam que incluir Simon de alguma maneira.  E considerando que Clary e Simon estão um verdadeiro grude, a insistência do jovem vampiro em ir na missão privada deles foi algo considerável,  sendo plausível no contexto do personagem. Mesmo que a cena no livro “Cidade de Vidro” não tenha sido exatamente igual, todos os detalhes, figurino, textos que fizeram parte das cenas que exibiam o ambiente e regras no universo Seelie estavam impecáveis.  E para quem pensou que uma jovem menina, no caso em questão Lola Flanery, não daria conta do papel da rainha, vocês precisam assistir a este episódio.  Imagine alguém doce e perversa ao mesmo, então a interpretação de Lola, se encaixou como uma luva. Quando Simon diz que é genial ela usar a magia das fadas para manipular sua verdadeira idade, parecendo toda fofa e angelical quando da verdade é o oposto... Trouxe para série uma solução que consegue não fidelizar a imagem da rainha a uma única pessoa, ou a uma única idade como também deixar entendido que ela é um ser velho, já que Jace diz isso com todas as letras, foi perfeito. 

Agora falando do grande momento desse episódio o beijo entre Jace e Clary. 

Como disse anteriormente parece que algumas falhas foram “consertadas” com a presença dos elementos dos livros em cena. O tão amado #Clace que parecia adormecido até “Alianças Improváveis” mostrou que a chama que os uni ainda está bem viva dentro de cada um deles. É verdade que tanto o personagem de Jace quanto o de Clary pareciam ter superado muito bem toda a situação “somos irmãos” e “não somos mais, e seguimos em frente”, porém quando a rainha Seelie disse as sonhadas palavras que todos os fãs esperavam: Apenas o beijo que realmente deseja irá libertá-los para Clary (Aposto que muitos ficaram contentes com isso) era como se todo o sentimento florescesse. E sobre o beijo, bem a única coisa que vou falar é que foi longo, intimo e como se ambos esperassem por isso há muito tempo.  Os atores tão começando a me convencer como um futuro casal, a química aumentou (graças ao anjo, pois na primeira temporada era algo bem mecânico), entendem?  

Outro ponto interessante do episódio é que a reunião do comitê é formada pelos mesmos representantes dos livros, sendo eles: Magnus (feiticeiro), Melion (em nome da rainha Seelie), Luke (lobisomem), Rafael (Vampiro) fugindo apenas do original a figura de Alec como representante dos Shadowhunters. Nos livros Clary é a pessoa que tenta unir os seres do submundo e seres angelicais, mas neste momento a série conseguiu fazer com que Alec se encaixasse melhor para a situação, fazendo-o merecedor do cargo e comando o Instituto. Para quem gosta dos detalhes, saiba que acima da mesa da reunião possuía bandeiras com os símbolos de cada ser, bem legal. Então, pontinhos para produção. 

Agora algo que realmente estou muito feliz em ver é Izzy. Obrigada por trazerem a força dessa mulher de volta. Ainda estou tentando superar a conversa sincera entre Maryse Ligthwood e ela.  Sua mãe revelando sobre a traição de seu marido e Izzy já sabia de tudo e foi forte sozinha. Agüentou isso por todos, superou e ainda pediu para sua mãe seguir adiante agora que finalmente descobriu. E para completar ainda contou tudo para sua mãe sobre o yin fen. Essa é a Isabelle que conhecemos!  

Falando de acertos, Sebastian continua ganhando seu espaço. Primeiro ele tenta uma aproximação com Jace, continua com suas “aparições amigáveis” a Izzy, depois irritando Rafael, e ainda “dando uma falsa ajuda” a Alec, por favor continue assim que está muito bom! Tudo que aconteceu neste episódio teve uma ligação a ele. Luke recebendo ligações suspeitas, sendo induzido a matar Valentim, e liberto por Alec que “por coincidência” foi avisado pelo próprio Sebastian (que ficou claramente incomodando com a atitude Alec). Fiquei pensando se a intenção dele era manter Luke preso ou dizer um “Olá” para Valentim em uma mensagem oculta “Vou tirá-lo daqui”. Afinal Sebastian diz para Valentim “ Você não vai morrer hoje” que rebate com um “Eu conheço você?” Será uma encenação ou mesmo que o Sebastian da série seja loiro (E não tenha tingido o cabelo para se passar pelo verdadeiro Verlac) ainda sim sua aparecia foi modificada, bom só saberemos nos próximos episódios. 

Para concluir, nos livros o descontrole de Simon após o ocorrido da Corte, leva o rapaz a retornar ao Hotel Drummort e posteriormente virar vampiro. Na série que já está anos luz a frente ele já é até um Diurno então acredito que Jordan (ex namorado de Maia, que a transformou e ajuda Simon em sua adaptação como vampiro) está chegando, isso porque a nova parceira de Luke ao investigá-lo acaba visualizando em uma das fotos um lobo. A quem diga que seja a Maia, porém pelo andamento do seriado acredito que seja uma maneira de incluir o personagem na trama. Bom, vamos ver! 

E se você não leu os livros e assistiu este episódio com muitas referencias deles, notaram que Jace não foi o único a tocar piano e olha só gente Sebastian tocou a mesma música, porque será? Lembre-se a rainha Seelie perguntou a Clary se ela tinha certeza que é a única filha de Valentim, fica a dica! Além disso, ainda teve uma cereja do bolo, Sebastian mantém alguém preso em seu apartamento e Aline Penhallow (prima do verdadeiro Sebastian) aparece no próximo episódio, juntando o fato de ele ter um cabelo bem semelhante do personagem será o verdadeiro Verlac? Também vale lembrar, que nos livros Jonathan mata Sebastian Verlac assumindo sua identidade, como na série de TV tudo é diferente será que ele o mantem vivo em cativeiro? Estou curiosa e você?   

Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix. 

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário