quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Resenha | Dias de Sangue e Estrelas - Laini Taylor - Livro 2




Autora: Laini Taylor
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Avaliação:
      


Karou finalmente sabe sua origem e quem realmente é. Porém, ao descobri que Akiva destruiu todos os portais, incluindo Brimstone, Karou e Akiva seguem lados opostos, cada qual lutando por suas convicções e sua espécie. A batalha entre Anjos e Quimeras ganha mais força e quanto mais ambos avançam para conquistarem seus objetivos, mas incerto parece o destino e a esperança que eles mantém pela busca da paz. 

O que fazer quando tudo parece desabar a cada segundo, a cada passo? Qual a solução para se ter aquilo que parece a cada minuto impossível?( a união entre Anjos e Quimeras). Karou e Akiva conseguiram se perdoar e enfim reviver todo o amor que pulsa intensamente dentro de seus corações um pelo outro? Parece que essas perguntas serão respondidas apenas no terceiro volume da série, pois o foco do segundo livro é a guerra.

Em "Dias de Sangue e Estrelas", mesmo com todo sentimento ainda presente no enrendo, os protagonistas precisam encontrar um novo ponto de partida, uma estabilidade que foi perdida ao logo dos anos, para agora, seguirem dentro de uma guerra que transcende gerações, muitas vezes contradizendo os ensinamentos de seu povo. Enquanto Akiva tenta compensar seus erros do passado buscando compreender os motivos que levaram os anjos odiarem os quimeras, lutando até mesmo contra seu pai e o recém comante Jael, Karou precisa lidar com as ordens cruéis de Thiago, escondendo segredos que mantém sua esperança viva. 

Thiago (Lobo Branco), não facilita as coisas para eles, muito menos para a legião de Anjos. Karou luta contra a extinção de sua espécie, mas ajudar Thiago em seus objetivos (fazendo as ressurreições dos soldados quimeras) acaba trazendo consequências inesperadas e drásticas. Akiva também luta contra seu próprio império, tirar seu pai do poder é tudo que deseja, mas as coisas fogem de seu controle, sendo Hazael (seu irmão) um dos mais atingidos por uma situação inesperada.

Karou significa Esperança na linguagem quimérica, segundo Brimstone, ela é única esperança que ainda resta para ambas as espécies e até mesmo para os seres humanos. Ziri assim como Brimstone, também acredita nisso, sendo um amigo leal, alguém apaixonado, autêntico que possui muita perseverança, qualidades que tornam esse personagem a cada segundo mais significativo e insubstituível na trama. Ziri, não é apenas mais um soldado quimera, ele é alguém que consegue se sobressair independente da situação, seja com anjos, quimeras ou mostrando-se a favor de Karou contra Thiago abertamente, resumindo Ziri se destaca e dificilmente passará despercebido e isso fica ainda mais claro dos momentos decisivos e finais do livro. 

"Dias de Sangue e estrelas" deixa algumas lacunas a serem respondidas no próximo livro e último volume da saga, aumentando a curiosidade do leitor pelo seu final surpreendente. As consequências da guerra entre anjos e quimeras poderá influenciar diretamente o futuro da Terra. Juntos Karou, Akiva e Ziri terão a missão de restaurar o pouco do que resta e construir uma nova jornada rumo a salvação e a paz. 

Enfim, Fascinante, Apaixonante, Envolvente e Mágico. #Recomendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog