sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Resenha | Cinquenta Tons de Liberdade - E.L. James - Livro 3


Autora: E.L. James
Editora: Intrínseca
Páginas: 544
Avaliação:
     



 Os Tons de Cinza chega ao final! Não posso dizer que o livro me surpreendeu já que acaba de forma clichê, mas o fato de Christian Grey evoluir e amadurecer como um verdadeiro homem, tornando-se algo mais do que "só sexo" tornou a leitura menos cansativa. Agora Anastasia Steele e Cristian Grey "se algemarão para sempre", em outras palavras são oficialmente o Senhor e Senhora Grey. 

Para os que leram o segundo livro da série Cinquenta Tons mais Escuros, o último capítulo deixa o quesito "vingança" no ar , sugerindo que a união de ambos encontrará obstáculos e assim acontece. De início tudo são flores, mas o estilo controlador de Grey, fará Ana questionar sobre o seu casamento. Além disso Hyde está de volta aterrorizando não apenas Anastasia, como toda família Grey.
Exatamente quando Hyde aparece que a história comerá a ficar interessante, saindo da zona de conforto, o estilo "Tons de Cinza" que já conhecemos bem. O personagem de Hyde trás diversos problemas, contratempos, dinâmica, ação e mais revelações sobre o passado obscuro de Christian. Preparem-se!
Após sexo, sexo e mais sexo ( sem precauções ), o inevitável acontece. Anastasia se vê diante do furacão Grey e Mrs. Robison resolve dar o ar da graça, para envolve-lo nas suas garras novamente. Opa! Sem spolers, vamos prosseguir...

O livro segue seu padrão conhecido, porém amadurecimento é a melhor palavra para defini-lo sobre o relacionamento tumultuado e cheio de surpresas de Ana e Grey. O que começa com uma avassaladora atração torna-se amor. O homem que não queria ser literalmente de ninguém encontra seu "porto seguro" para repousar e a maré finalmente de acalma. O foco deixa de ser a ingenua Anastasia e passa a ser o decidido, frágil e possessivo Grey. Ariscaria dizer que essa era a intensão o tempo todo. 

Enfim, a série termina sem surpresas, segue o mesmo estilo e tem um final clichê conhecido como "Felizes para Sempre". Agora é aguardar e ver se a visão de Grey no novo livro da autora, conseguirá superar a visão inexperiente e sagaz da personagem Anastasia Grey.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog